Quintino Aires defende inimputabilidade de Luís Castanheira

Posted by

Foto Luís Carregã

O psicólogo clínico Quintino Aires e a médica psiquiatra Sandra Vicente apresentaram ontem duas versões sobre o estudo que efetuaram à personalidade de Luís Castanheira.

O consultor técnico da defesa, Quintino Aires, afirmou com “total certeza” que o arguido de 23 anos é “inimputável”. “Se no momento dos atos o Luís não tinha consciência de entender os seus comportamentos, ele é inimputável”, afirmou ao coletivo.

Nas alegações finais, a procuradora do Ministério Público (MP) pediu ao tribunal coletivo e de júri, em Coimbra, uma pena de prisão “não inferior a 20 anos”.

Versão completa na edição impressa

6 Comments

  1. Que se faça justiça sem dó nem piedade para que sofra, mesmo sendo de outra forma. Sendo eles os motivos quais sejam, invocados pelo próprio ou pelas testemunhas, nada justifica a morte de uma pessoa e, muito menos daquela que lhe segurou e deu a mão e, que ficou sem a vida de uma forma horrenda,

  2. Será que agora todos os que matam, são todos inimputáveis!
    Os que roubam às descaradas também são pelos vistos inimputáveis.
    1º Pergunto,mas que justiça é esta que temos!
    2º Nova estratégia dos, réus não falam, por ordem de quem,é claro que sabemos quem os manda calar, chama-se a isto justiça da treta, para não lhe dar outro nome,e por aqui me fico.

  3. É essa a estratégia do advogado de defesa do jovem? Pedir a opinião do Psicólogo Quintino Aires? Como se o Sr. tivesse alguma credibilidade profissional…é um especialista em tudo e nada…cheio de generalidades vagas e ridiculas e que envergonha seriamente esta classe profissional….

  4. vergonha foi a prestação da psiquiatra do instituto de medicina legal que viu o rapaz em 15 minutos, nem o nome dele sabia, e fez um relatório baseado nas mentiras que tinha lido na comunicação social. isso sim é uma vergonha. e nós é que pagamos a estes "psiquiatras". quando foi pedido que explicasse porque o achou perigoso, manipulador, respondeu que foi pelo que leu. não admira que tenha sido humilhada e tenha saído a chorar. quando criticam o que o psicologo Quintino Aires disse, consultem o relatório que ele fez, tudo o que afirmou está nos resultados de testes comprovados cientificamente.

  5. Será que este senhor Dr.não tem consciência??? Será que que vão chegar ao ponto de o tomar como inimputável depois do esquema maquiavélico que o fulano organizou!!! Se fosse maluco ou tivesse outro tipo de problema mental, não conseguia premeditar tão bem as coisas como o fez, só foi um pouco descuidado… Vergonhosa a nossa justiça e aqueles que coadunam com estas coisas…

  6. Justiça da Treta, eu digo Justiça de merda.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*