Médicos não farão horas extraordinárias já em janeiro

Posted by

A partir das 08H00 de 2 de janeiro, os médicos que aderirem à greve nacional não vão prestar trabalho extraordinário, segundo o pré-aviso ontem publicado pelo Sindicato Independente dos Médicos (SIM).

O documento esclarece que os médicos fazem greve “como forma de protesto público contra a degradação do trabalho e contra a degradação do Estado social e do Serviço Nacional de Saúde (SNS), motivada por anos de despesismo incontrolado e doloso de sucessivos governos e legislaturas”.

Após o início da greve, os médicos não irão prestar trabalho extraordinário, mas mantêm toda a sua restante atividade durante o período normal de trabalho diário e semanal”.

Versão completa na edição impressa

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*