Amigos da Lampreia contra “piranhas”

Foto Gonçalo Manuel Martins

A Confraria da Lampreia fez este sábado uma inauguração simbólica da escada de peixe no Açude Ponte, em Coimbra. À felicidade pela obra juntou-se a contestação à prometida construção da mini-hídrica na Foz do Caneiro, a jusante de Penacova.

Fernando Lopes, mordomo-mor da Confraria da Lampreia, saudou a construção da escada do peixe, anseio antigo dos confrades, mas mostrou-se “triste” porque “a pouco mais de 10 quilómetros desta escada de peixe querem construir mais um obstáculo que a lampreia terá de transpor”.

O responsável da confraria lembra que “mesmo que seja construída uma escada de peixe nessa mini-hídrica – e parece que está previsto –, isso não vai resolver nada porque o local da desova da lampreia vai ficar inundado”.

Versão completa na edição impressa

2 Comments

  1. Jose Henriques says:

    Os Amigos das “Piranhas$”, estão contra as mini-hídricas que impedem as Lampreias de chegar aos pratos gastronómicos e de preço astronómico em Penacova. Dizem que o Rio é de todos. Mas, nem todos podem pagar os preços astronómicos das lampreias que conseguem “saltar” para os pratos e até recebem como prémio, serem fritas pelos amigos delas. Estes AMIGOS das Lampreias, podiam manifestar-se contra a barragem do Coiço, da Aguieira e outros impedimentos do Rio Mondego, para que a famosa Lampreia pudesse chegar à Serra da Estrela. Isso é que era assunto, pois assim os preços astronómicos faziam descer a Lampreia até à “FOZ”. Talvez o “deputado” de Santa Comba Dão pense também no assunto e possa oferecer á restauração daquele concelho, Lampreia à moda do “Dão”.

  2. Jose Henriques says:

    Até já há quem faça preços especiais nas Lampreias que conseguem subir a escada ou escadote construído no Açude Ponte, em Coimbra e, que custou mais de 2,5 MILHÕES de euros. Obras pagas pelo Orçamento de um País “rico” e, que cuida muito em particular das finanças de cada um dos desgraçados que se fartam de trabalhar, para pagar obras que beneficiam os “amigos das Piranhas$”! E dizem eles que os Rios são de todos! E quem come Lampreia? Serão todos os portugueses?! Então e os que não gostam?!, “comem” impostos na mesma? Os amigos das “Piranhas$” fazem um desconto e, cobram como mínimo 10/12 euros por cada Lampreia (isto, talvez, devido ao deficit e à Sra Merkel que, fazem preços de amigos).

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*