95 freguesias do distrito vão ser obrigadas a unir-se

Posted by

Cerca de 1700 autarcas reúnem-se a partir de hoje, em Portimão, no XIII Congresso da Associação Nacional de Freguesias (Anafre), numa altura em que o Governo pretende acabar com milhares de juntas, no âmbito da reforma do poder local.

“As Freguesias na Reforma do Estado” é justamente o tema escolhido para este congresso, que ocorre numa altura em que se discute a redução significativa do número de freguesias, atualmente 4.260.

Não vai ser pacífica, a reunião. Desde logo porque o presidente da Anafre, o social-democrata Armando Vieira, vai ser alvo de bastantes críticas. Depois, porque a nuvem que paira sobre os critérios do documento verde, adensada pelos avanços e recuos da tutela, promete ser explorada até ao limite.

Neste particular, ganha importância a recente adequação “clandestina” dos critérios, de forma a “salvar” 36 freguesias. Esta decisão, recorde-se, permitiu, por exemplo, manter Canas de Senhorim, que, com os critérios iniciais poderia mesmo perder a junta para ser agregada à de Nelas.

Nos critérios de base, os municípios com menos de 100 mil habitantes ficam apenas com uma freguesia, na sede. Depois, nas áreas predominantemente rurais (APR) destes municípios mantêm-se as freguesias com um mínimo de 500 habitantes.

Texto completo na edição impressa do DIÁRIO AS BEIRAS

2 Comments

  1. Vai ser uma festa para a maioria dos seus participantes. Alguns até de véspera foram, assim aproveitam melhor para dormir, curtir, comer, beber e tantas outras coisas, á custa de quem???? De todos nós, palhaços, que os elegemos…. Pouca Vergonha e, então vão para Portimão, pois fica mais à mão de todos….

  2. os presidentes das juntas nada fazem e não querem perder o taxo pois se fosse como antigamente nada receberem não querião ser presidentes tenham vergonha.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*