Vivem juntos na mesma casa após tentativa de homicídio há dois anos

Posted by

Foto de Luís Carregã

Padrasto e enteado continuam a partilhar a mesma casa, mesmo depois de um esfaqueamento perpetrado pelo mais velho há cerca de dois anos. A agressão obrigou a internamento hospitalar do mais novo, à época com 22 anos de idade.

A reconciliação entre ambos parece sólida como, aliás, confirmou esta quinta-feira (3) à reportagem do DIÁRIO AS BEIRAS a mulher da casa, respetivamente, esposa e mãe dos dois intervenientes.

Os três vivem na mesma habitação no bairro de São Bento, freguesia de São Martinho do Bispo, em Coimbra.

Versão completa na edição impressa de 4 de novembro do DIÁRIO AS BEIRAS

3 Comments

  1. Não acredito muito em milagres… Muito menos em casos que se chega a extremos, como este. Um esfaqueamento e, principalmente no seio familiar, não é normal e custa acreditar que exista paz entre ambos, que se tenham esquecido do drama. Deus queira que seja mesmo assim…

  2. Não há nada como uma boa facada para reconciliar desentendidos e consolidar relações familiares!

  3. Pode-se dizer que pode ser um caso insólito!!! O que eu não acredito muito mas….
    Não se pode conviver de perto com uma pessoa, em paz e harmonia, que faz o faz e, principalmente, a pessoas de família… Não é nada normal, Deus queira que não venha a acontecer nenhuma desgraça de um momento para o outro. São situações que deixam marcas profundas, feridas que nunca saram….

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*