Sequestradores deslumbrados com história de “milhões e milhões…”

Posted by

Foto A.R.

Um grande aparato policial voltou esta terça-feira (22) de manhã ao Tribunal de Coimbra para receber os seis arguidos acusados de sequestro e tortura de um empresário de Condeixa, num caso ocorrido em agosto de 2009.

A segunda sessão do julgamento ficou marcada pela ausência do conhecido advogado João Nabais, vítima de um aparatoso acidente registado na noite anterior, exatamente quando se deslocava para Coimbra para participar neste julgamento.

Assim, foi apenas ouvida uma testemunha, por videoconferência, de forma a manter a validade da prova. É que, se a sessão não se realizasse seria ultrapassado o prazo máximo entre sessões, que é de 30 dias. Outras 15 testemunhas, que aguardavam cá fora, foram dispensadas e convocadas para 20 de dezembro.

Versão completa na edição impressa de 23 de novembro do DIÁRIO AS BEIRAS

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*