Reflexões

Luís Santarino

CENTRO Sócio Cultural Nossa Senhora de LURDES – Por dever e imperativo de consciência, sou sócio deste centro. A forma absolutamente eficaz, também solidária, com que acolheram a minha Mãe até ao seu falecimento, assim o determinou.

CENTRO SOC. CULT. N.ª SR.ª de LURDES 1 – Sensibilizou-me o carinho, a dedicação e o amor que os dirigentes – voluntários – e funcionários colocam no seu trabalho.

CENTRO SOC. CULT. N.ª SR.ª.de LURDES 2 – Surpreendeu-me que, ao ser convocado para uma A.G., exista um conflito latente com a diocese e a própria paróquia, devido a divergências quanto à utilização do edifício da antiga Igreja, entre outras.

CENTRO SOC. CULT. N.ª SR.ª de LURDES 3 – Esta Instituição merece carinho e respeito pela extraordinária obra que vem realizando, sobretudo no apoio a idosos. É que, os funcionários não se limitam a fornecer alimentação; têm sempre uma palavra de alento, sabendo-se que, em muitos casos, é a única” palavra” que ouvem durante o dia.

CENTRO SOC. CULT. N.ª SR.ª de LURDES 4 – O diferendo vai ser resolvido. Tenho a certeza. Por três (3) motivos. Primeiro, porque não se pode abandonar tanta gente idosa. Segundo, porque não pode lançar no desemprego tantos funcionários e, por último e não menos importante porque em tempo de crise, a Igreja e estas Instituições são a última esperança do cidadão.

BISPO DE COIMBRA – Sua Eminência Reverendíssima irá receber uma delegação alargada da Instituição. Com carácter de urgência. Vai perceber, humildemente, que a sua palavra e a sua acção vão ser determinantes para milhares de pessoas que dele, nesta altura, vão depender. Ou ficará com o ónus da culpa, o que se me não afigura como verdadeiro.

JOVENS – Os centros de emprego incitam à emigração. Ainda não percebi qual o problema. Na U.E. a liberdade é absoluta. Se queremos uma Europa federal será assim. Como nos Estados Unidos. Ou será que um cidadão da Carolina do Norte, quando se desloca para o Arkansas, é emigrante? Se a questão é a língua, toca a aprender esperanto!

JOVENS 1 – Muitos Pais já disseram aos filhos para se “pirarem” daqui enquanto é tempo. Ou não?

PEDRO OLAIO – Coimbra é madrasta para os seus. A “Medalha da Cidade” é atribuída a pessoas que, por vários motivos, a dignificaram. Por isso deverá pertencer à galeria dos seus melhores; não poderá ser esquecido. O dia 4 de Julho 2012 seria a data certa.

AAC/oaf – Feriado municipal seria se estivéssemos ao mesmo nível dos Caçadores das Taipas, “ou lá perto”! Só quem não tem cultura coimbrã pode dizer tamanho disparate. Por isso gozam connosco. Melhor; convosco, porque tretas dessas comigo não pegam. Tratem é de ganhar que o resto é conversa fiada!

OLIVAIS F. C. – Ontem assisti, confirmado pelo treinador, a um dos piores momentos desportivos. Um dirigente, ou para-dirigente, apagou a luz de parte do recinto desportivo durante o jogo Olivais-Sport, porque se estava a gastar muita corrente. Um acto deplorável. Vergonhoso!

OLIVAIS F. C. – Percebe-se que é mais um acto que faz parte da estratégia para acabar com a estrutura do basquetebol masculino.

OLIVAIS. F. C. – Afundado em dívidas, sem direcção ou Comissão Administrativa desde Março do corrente ano, a ilegalidade faz lei neste clube. Ainda por cima, tendo o Estatuto de Utilidade Pública. É “meia bola e força”! Inacreditável! Está na hora dos olivanenses tomarem conta do clube para salvar o que ainda resta!

One Comment

  1. Como dizia o outro, " calado és um poeta"!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*