Pai e filho condenados a 17 e 12 anos e meio de prisão pelo Tribunal de Castelo Branco

Posted by

O Tribunal de Castelo Branco condenou a 17 e 12 anos e meio de prisão, respetivamente, pai e filho, pelo crime de homicídio qualificado de dois homens.

A pena inclui ainda punições por ofensas à integridade física na forma tentada, sendo que os factos dizem respeito a um tiroteio entre membros de etnia cigana, ocorrido durante a feira semanal de Alcains, a 18 de setembro de 2010.

Pai e filho foram condenados por terem matado a tiro dois familiares e ferido outras pessoas.

Terão ainda que pagar uma indemnização de 30 mil euros à viúva da vítima mais velha.

Os arguidos não estiveram presentes hoje na leitura do acórdão devido à greve de guardas prisionais, que os impediu de se deslocarem desde os estabelecimentos prisionais em que se encontram, em Elvas e Beja.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*