GNR apreende 147 quilos de meixão na Figueira da Foz e devolve-os ao rio

Posted by

Foto de Luís Carregã

A GNR apreendeu 147 quilos de meixão (enguias bebé), naquela que foi a maior apreensão de sempre desta espécie, cuja captura é proibida devido ao perigo de extinção, disse esta quinta-feira (3) aos jornalistas o major Jorge Caseiro, comandante do Destacamento de Controlo Costeiro da Figueira da Foz, momentos depois do meixão ter sido devolvido às águas do Mondego, em Coimbra.

A enguia bebé foi apreendida na quarta-feira, ao final da noite, na EN111, junto a Maiorca, no âmbito da fiscalização de uma viatura comercial que tinha tanques especialmente concebidos para o efeito e embutidos na viatura. Por ser ilegal, os mais de 145 quilos de meixão foram apreendidos e, entretanto, avaliados em cerca de 73.500 euros.

Versão completa na edição impressa de 4 de novembro do DIÁRIO AS BEIRAS

3 Comments

  1. JOÃO CASQUEIRO says:

    é crime pescar o meixão ,mas matá-lo é bem pior como se pode ver ai na foto,quem conhece o meixão pode ver que na foto está mais peixe morto que vivo…………..
    ISSO SIM É CRIME……………..

    • JOSE DE SOUSA says:

      SEM DUVIDA QUE ESSAS PESSOAS QUE ACUSAM OS OUTROS DE CRIMINOSOS AINDA CONSEGUEM SER MAIS AINDA PORQUE LANÇAM AO RIO O PEIXE PRATICAMENTE TODO MORTO COMO SE VÊ NAS IMAGENS.ESTAS AUTORIDADES NÃO ESTÃO INTERESSADAS EM DEVOLVER O PEIXE A NATUREZA, MAS SIM MOSTRAR TROFEUS PARA JUSTIFICAR DE ALGUM MODO O SALARIO QUE AUFEREM PORQUE NADA PRODUZEM, VIVENDO DE QUEM TRABALHA A SERIO E CRIA RIQUEZA PARA O PAÌS.

  2. No tempo em que se ganhava dinheiro era permitido tudo, agora que estamos em crise e até já se passa fome não podemos trabalhar para sobreviver.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*