Freguesias do distrito de Coimbra podem fechar na última semana do ano

Posted by

DR

As freguesias do distrito de Coimbra ponderam fechar as portas na última semana do ano. Numa proposta, aprovada por unanimidade, os autarcas aprovaram uma moção que vão submeter à apreciação do congresso da Anafre, que tem lugar a 2 e 3 de dezembro em Portimão.

Para além de se mostrarem contra “a extinção ou fusão de freguesias”, os presidentes prometem defender “o princípio da inaliebilidade da capacidade local de decisão sobre o futuro de cada freguesia” até às últimas consequências.

“Propomos que se alterem as competências e se garantam os meios financeiros e humanos adequados à prossecução dos fins atribuídos”, refere a proposta, prometendo “demonstrar publicamente a sua força e levar a efeito algumas ações de modo a consciencializar a opinião pública e o poder central, da sua importância e relevância”.

Versão completa na edição impressa

8 Comments

  1. O medo da maior partes destes senhores, é a perda do seu tacho. Pois se fossemos analisar o desempenho, capacidade, responsabilidade, competência e muitas coisas mais da maioria deles, era um desastre. O que eles querem é festas, comes e bebes, congressos (com bons hoteis, comida e bebida, paga a Junta de Freguesia) e, principalmente o cheque ao fim do mês.Resolver os problemas dos eleitores/moradores que os elegeram, isso cada um que resolva à sua maneira….

  2. O dinheiro que vão estourar, com inscrição (60,00 euros sócios da ANAFRE), deslocações, portagens, desgaste de carros, hotéis, e outras coisas mais, se agarrasem no mesmo e dessem a um pobre ou a uma instituição das muitas que se encontram em vias de fechar, com inúmeras dificuldades financeiras, onde permanecem crianças, velhinhos, deficientes e outros que não têm para onde ir/ficar é que faziam figura. Agora continuarem a estourar nos tempos de crise, de difiuldades, até doí. Se estão tão decididos porque não o fazem por sua conta?? Porque não vão por amor á camisola e ao lugar que não qerem perder?? Isso é que era figura…

  3. Jose Henriques says:

    Fado, Futebol e Festas, continua a ser o lema.
    Freguesias de Coimbra, são 31 (TRINTA E UMA), visitem os sítios de internet destas e reparem nas que apresentam contas, são transparentes e nada têm a esconder. Contam-se pelos dedos de uma mão. Ainda não tiveram tempo para ler a Lei das Finanças Locais e daquilo a que são obrigados.
    Existe uma, a maior em festas, mas a menor em transparência, que no seu sítio de internet, na hiperligação dos documentos, apresenta um só documento, porque talvez editais, contas de gerência, Taxas (todos obrigatórios por lei) etc, são documentos muito pouco interessantes para quem os elegeu. Muito mais interesse tem videos e fotos, das festas e do fado, da personalização do poder.
    Esta JF como recebe muito dinheiro, e não sabendo bem o que fazer com ele, dá-se ao luxo de ir construir uma secretaria dentro do próprio cemitério que dista da sede de freguesia 100 metros (custo da obra 35 000 euros).
    Pedem mais competências, para quê? O cidadão que reside em cada uma delas verifique a limpeza das valetas (que é uma das competências da J Freguesia) e repare quantas cumprem essa competência!
    Visitem o sitio da internet da CMC leiam as actas da Assembleia Municipal e reparem quantos recebem 76 euros (cada sessão) e qual o contributo que deram na melhoria da qualidade de vida dos que representam? Dos 31 presidentes de JF, a média de presenças é de 16, por onde andam os outros? E os que fazem intervenção são 4/5 em média, os outros ainda andam a aprender a ter competência para fazer intervenção em defesa dos interesses dos que representam, e tudo isto acontece no órgão mais importante do concelho – Assembleia Municipal.

    • Jose Henriques says:

      Estas noticias sobre Freguesias e Camara Municipal de Coimbra, passam muito depressa, alguém saberá dizer porquê? O melhor é repetir….

      Fado, Futebol e Festas, continua a ser o lema.
      Freguesias de Coimbra, são 31 (TRINTA E UMA), visitem os sítios de internet destas e reparem nas que apresentam contas, são transparentes e nada têm a esconder. Contam-se pelos dedos de uma mão. Ainda não tiveram tempo para ler a Lei das Finanças Locais e daquilo a que são obrigados.
      Existe uma, a maior em festas, mas a menor em transparência, que no seu sítio de internet, na hiperligação dos documentos, apresenta um só documento, porque talvez editais, contas de gerência, Taxas (todos obrigatórios por lei) etc, são documentos muito pouco interessantes para quem os elegeu. Muito mais interesse tem videos e fotos, das festas e do fado, da personalização do poder.
      Esta JF como recebe muito dinheiro, e não sabendo bem o que fazer com ele, dá-se ao luxo de ir construir uma secretaria dentro do próprio cemitério que dista da sede de freguesia 100 metros (custo da obra 35 000 euros).
      Pedem mais competências, para quê? O cidadão que reside em cada uma delas verifique a limpeza das valetas (que é uma das competências da J Freguesia) e repare quantas cumprem essa competência!
      Visitem o sitio da internet da CMC leiam as actas da Assembleia Municipal e reparem quantos recebem 76 euros (cada sessão) e qual o contributo que deram na melhoria da qualidade de vida dos que representam?

  4. Jose Henriques says:

    Fechar a ultima semana do ano, de 26 a 31 de Dezembro. Que ricas férias, para os que são presidentes a tempo inteiro ou meio tempo. Recusar a colocação do selo branco, nos documentos oficiais, só pode partir de quem não sabe o que diz! Ainda bem que existem tribunais e são independentes do poder autárquico.

  5. Jose Henriques says:

    O coordenador distrital da Anafre e presidente da Junta de Freguesia de Souselas, em vez de pedir ao Governo que retire um documento de discussão pública (Livro Verde), devia era mandar retirar dos mastros existentes em frente á sede de freguesia, as bandeiras nacionais e da Europa, pelo estado degradante em que estão. Rasgadas e sujas. Pedir ao patrão CMC, que lhe ceda umas latas de tinta e mande pintar a sede da JF, com um aspecto degradante de humidades e com nítida falta de conservação, isso é o que a população pede quando elege representantes.

  6. José de Sousa says:

    Fechar algumas e para sempre.Venham a Trouxemil, e verifiquem como uma junta nada faz pelos seus municipes.Ruas sujas e sem qualquer asseio na freguesia, é o emblema cultural que está implantado…sujidade…se fechar nada se perde….

  7. Paulo Jorge says:

    Segundo me disseram a de Eiras não vai ser mexida mas, por amor da SANTA, moradores da mesma abram os ohos, não deixem que a nossa freguesia fique mais ao abandono, ao desleixo total como está. Façam valer os seus direitos, eles estão lá porque fomos nós que os elegemos e não estão a cumprir minimamente com aquilo que nos prometeram. Vamos fazer com que saiam do gabinete e que venham ver com os próprios olhos o estado em que a Freguesia se encontra. Todas as Ruas de Eiras Centro estão intransitáveis, já nem se consegue circular a pé, pois ficamos com os mesmos a doer. É uma miséria total, uma Freguesia deste tamanho não merecia um executivo destes….

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*