Eduardo Barroso chega-se à frente nos transplantes pediátricos mas Furtado desmente

Posted by

DR

Em outubro, a revista da Ordem dos Médicos publicou um artigo de Eduardo Barroso, em que o diretor do Centro Hepato-Bilio-Pancreático e de Transplantação do Hospital Curry Cabral, em Lisboa, anunciou a criação de um centro de transplantação multihospitalar (Santa Maria, Estefânia e Curry-Cabral).

Isso mesmo recordou ontem, ao Público, o presidente da Sociedade Portuguesa de Transplantação. Fernando Macário (médico dos HUC) adiantou mesmo que o projeto de Barroso deve “ser devidamente apoiado e avançar rapidamente”.

No seu artigo, Barroso foi mais longe: “Tenho a garantia que posso contar na vertente cirúrgica, com o dr. Emanuel Furtado, pois a sua experiência é fundamental”. O cirurgião de Coimbra não gostou e já enviou um desmentido formal, a publicar na próxima revista.

No texto, a que o DIÁRIO AS BEIRAS teve acesso, pode ler-se: “No momento em que, creio, a tutela procura uma solução para o problema da transplantação hepática pediátrica em Portugal, torna-se importante que a informação sobre o assunto, veiculada por qualquer meio, seja correta e fiável”.

Neste contexto, o cirurgião acrescenta: “Vejo-me obrigado a garantir que não dei ao dr. Eduardo Barroso qualquer garantia de vir a colaborar na vertente cirúrgica, ou em qualquer outra vertente, com um futuro, hipotético, programa de transplantação hepática pediátrica por ele liderado ou chefiado”.

7 Comments

  1. Raios partam o dinheiro! juramento de Hipócrates é o quê…?…

  2. Fernando Macario says:

    1/2 – As recentes declarações publicadas no Jornal Público e com eco noutra publicações podem fazer crer alguma preferência da Sociedade Portuguesa de Transplantação (SPT) sobre determinada solução para o transplante hepático pediátrico em Portugal. Tal não espelha a posição da SPT, apenas se fez eco sobre declarações públicas do Dr. Eduardo Barroso na Reunião Nacional da SPT que decorreu a 28 de Novembro em Lisboa. Pessoalmente e como presidente da SPT reconheço a premência da necessidade de reinício da actividade da transplantação hepática pediátrica no nosso país e não ignoro, pelo contrário admiro e reconheço a grande experiência acumulada e o extraordinário trabalho já efectuado nesta área no nosso país, que não deve ser nunca ignorada em qualquer solução.

  3. Fernando Macario says:

    2/2 – Urge encontrar uma solução para trazer para Portugal a transplantação hepática para Portugal e já se perdeu tempo precioso à espera da resolução desta questão. Verifico com grande satisfação as palavras do nosso Ministro da Saúde em que há um compromisso grande e inequívoco em reactivar a transplantação hepática pediátrica. A posição da SPT encontra-se espelhada num texto que se anexa e que já foi enviada ao Jornal Público sobre a necessidade de surgir rapidamente uma solução de qualidade para resolver este problema. As possibilidades existentes em cima da mesa para reactivação desta actividade provam que Portugal continuará a ter capacidade para transplantar as nossas crianças com excelentes resultados.
    Fernando Macário
    Presidente da Sociedade Portuguesa de Transplantação"

  4. Fernando Macario says:

    Espero que tenha ficado bem claro com as minhas explicações que não existe da minha parte como presidente da SPT nenhuma posição de apoio à posição de que o transplante hepático vá para o Hosp Curry Cabral. Existe apenas uma convicção de que a transplatação hepática pediátrica deve continuar em Portugal. Mais ainda, como afirmei, creio firmemente que a solução deve passar pelo Dr. Emanuel Furtado e aqueles que com ele trabalharam com sucesso nesta actividade. Acho, no entanto, urgente que se alcance rapidaente um entendimento entre todos os que têm responsabilidades nesta área. Sobre a localização onde estes transplantes devem ser realizados não me cabe pronunciar.

  5. Afinal o que está em causa? É apenas uma questão de liderança e de poder em detrimento da necessidade de salvar vidas?

  6. Maria Santos says:

    Está hospitalizado no Hospital de Santa Maria um miudo de 16 anos que precisa

    urgente de transplante de figado, tem andado de hospital em hospital e nada

    fizarem.Peço a quem ler este mail o favor de pedir ao Dr Eduardo Barroso

    coração generoso e mãos milagrosas o favor de intervir neste caso

    Obrigada e Cumprimentos

    Maria

  7. Que vergonha tenho eu de ser Português.
    A trampa de interesses que se instalam em detrimento da saúde ou mesmo da vida das pessoas.
    Causa-me náuseas a maneira como hoje em dia as pessoas não querem assumir responsabilidades nem defender uma causa a 100% sem qualquer justificação, por terem medo de represálias.
    Será que o facto de terem um ordenado milionário ao fim do mês os faz dormir descansados ainda que sabendo que o seu contributo para o bem da sociedade é negativo. Porque não se iludam o impacto que qualquer responsável seja político, seja clínico ou até mesmo jurídico é negativo para a nossa sociedade dado o seu tão grande egoísmo.
    Os vossos Pais não vos ensinaram nada sobre integridade, altruísmo e dever cívico?
    Sejam uns Homens acima de tudo não tenham medo de assumir responsabilidades em prol de interesses instalados. São vocês que aí estão que têm oportunidade de mudar e fazer bem ao vosso país. Deram-vos essa oportunidade, agora cabe-vos utilizá-la com brio pelo trabalho que fazem.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*