Chuva quase fez travessura ao Gabriel

Em véspera de cortejo e noite de Halloween, a chuva quase estragou a festa aos estudantes. A noite começou com muito Tédio… inspiração dos Tiguana Bibles, mas também algum tédio, das poucas centenas de estudantes presentes.

O blues/rock dos Tiguana Bibles ia relembrando os mais velhos na praça da Canção dos Tédio Boys de Victor Torpedo e Kaló, influência marcada no baixo de “Portuguese Pedro” e na guitarra de Augusto Cardoso. Um quarteto de “conimbricenses” – Augusto Cardoso é o único “importado” – que deu um grande espetáculo.

Seguiu-se, já sem chuva e com a tenda cheia, Gabriel o Pensador, que surpreendeu toda a gente ao subir a palco de Capa e Batina.

“Tás a ver?” – música que inclui o refrão de “A vida é feita de pequenos nadas”, de Sérgio Godinho – abriu o apetite para um grande espetáculo. “2345meia78”, “Cachimbo da paz”, ou até um rap propositado para o concerto, com alusões aos estudantes e a Coimbra fizeram delirar os muitos na plateia. Uma atuação em crescendo que só podia acabar com “Até quando”.

Do novo álbum, “Sem Crise”, que, revelou, “deve sair depois do Carnaval”, ficou já um “cheirinho”, com “Deixa quieto”, “Boca com boca” e “Nunca serão”, o single o álbum.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*