Reflexões

Luís Santarino

ALBERTO JOÃO JARDIM – …é o “maior”! Brincou, gozou, divertiu-se como ninguém, sempre com o espectro da independência como pano de fundo. Todos os governantes, medrosos, deixaram-se chantagear. Parabéns. Você é mesmo “o maior”!

ALBERTO JOÃO JARDIM 1 – Todos os dirigentes partidários parolos, foram os grandes responsáveis pela sua vitória com maioria absoluta. Não perceberam – terão algum dia oportunidade de perceber? – que lhe deram todas as hipóteses de se vitimizar. Por isso venceu! Deve estar a gozar “à fartazana”!

ALBERTO JOÃO JARDIM 2 – Agora, após uma estrondosa derrota, toda a esquerda – seja lá o que isso for – acha que no futuro é que vai ser. Agora ou mais tarde, PSD e CDS aliar-se-ão e a tal esquerda fica a “ver navios”! Como também já estava…

ALBERTO JOÃO JARDIM 3 – Pode começar, agora, o maior problema para o governo central. As manifestações vão ser grandes e duras e o governo da República vai ter de intervir. A “Primavera da Madeira” pode começar bem antes. E se alastrar ao Continente? AJJ será destituído se colocar em causa a unidade nacional? A ver vamos!

ANTÓNIO JOSÉ SEGURO – Esteve nestas eleições para a Madeira muito pior do que anteriormente. Absorto, sem chama e sobretudo sem coragem, não esteve à altura de um líder do maior partido da oposição.

ANTÓNIO JOSÉ SEGURO 1 – O PS não pode estar sujeito ao que uns quantos pensam. Ter ido à Madeira foi um erro terrível que em nada abona a sua prestação. Cada vez mais me convenço que é um líder a muito curto prazo…para não dizer, curtíssimo!

PAULO PORTAS – Assumiu uma diferença clara. Encontrou um líder regional com uma dimensão diferente de todos os outros. “Montou” um discurso cativante. Por isso teve um resultado histórico.

BLOCO DE ESQUERDA – Depois das “faroladas” aí está a sua verdadeira dimensão…sem dimensão! Uma espécie de PRD!

PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS Apesar de uma fortíssima expressão eleitoral…disse o seu líder! Palavras para quê?

CAVACO SILVA – No meio do que vai ser uma enorme “caldeirada”, o Presidente não vai ter “unhas para a coisa”! Prevejo graves conflitos e o Presidente sempre na retaguarda.

INEM – Há quem diga “cobras e lagartos” deste serviço. Cada um entende que deve ter um médico e um carro preparado para o ir buscar a casa. Mas não pode ser assim. A pronta assistência a um acidente e a tentativa de salvar um bebé dentro do ventre da Mãe, é algo que deve encher de orgulho os portugueses.

FREGUESIAS – Não vale a pena estar a enganar o Povo. Coimbra não tem dimensão para ter 15 freguesias. É querer manter algo que todos sabemos não ser possível num futuro próximo. Mais vale ser rigoroso e falar verdade.

FREGUESIAS 1 – Alguém conseguirá explicar as diferenças culturais entre Taveiro e Ribeira de Frades, entre Botão e Souselas, entre Eiras e S. Paulo de Frades, entre, entre, entre…? Haja decoro e sejam decentes.

COIMBRA – Como de costume, nada de relevante acontece!

 

One Comment

  1. Tudo bate certo e tem um certo sentido mas, Sr, Luis Santarino o que tem feito em prol destas e de muitas outras desgraças decorridas no nosso país e, principalmente na nossa cidade de Coimbra, durante todo o tempo e, que já é há bastante tempo, como membro do PS??

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*