Presidente e administradores da SAD da U. Leiria julgados

DR

O presidente da SAD da União de Leiria, João Bartolomeu, e os administradores Mário Cruz e António Bastos começam a ser julgados segunda-feira no Tribunal Judicial de Leiria pelo crime de abuso de confiança fiscal na forma continuada.

A acusação do Ministério Público (MP), a que a Lusa teve acesso, surge na sequência de uma ação inspetiva desencadeada pelos serviços da Direção de Finanças de Leiria, que apurou que os arguidos não procederam à entrega de IRS, retido na fonte, relativo a salários de funcionários, jogadores e treinadores entre março e outubro de 2009, num total de 356.644,41 euros.

Para o MP, os arguidos visaram, executando uma resolução criminosa, a apropriação para a SAD dos valores devidos à Administração Fiscal, com o objetivo de alcançar um ganho económico para a sociedade arguida, que sabiam não lhe ser devida.

A acusação refere mesmo que os administradores, em comunhão de esforços e intenções, levaram à prática um plano de apropriação que tinham previamente delineado.

O MP sublinha que, apesar de terem sido notificados para pagar os valores, os responsáveis da SAD não o fizeram.

Contudo, o MP indica que, mais tarde, os arguidos acabaram por entregar à Administração Fiscal 285.282,94 euros, ficando a dever, a 24 de junho de 2010, o valor de 71.361,47 euros.

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*