Praça da Europa Aguiar de Carvalho

Posted by

Aguiar de Carvalho foi esta quarta-feira (5) alvo de uma homenagem, com o descerramento de um busto na praça da Europa, a que foi acrescentado o nome do antigo presidente da Câmara da Figueira da Foz. Entre os participantes na homenagem encontravam-se Santana Lopes e Manuel Machado, ex-presidente da autarquia de Coimbra.

Vítor Pais, presidente da Assembleia Municipal, foi o primeiro a falar, destacando a “consciência de um homem que se realizava realizando também o coletivo”. Seguiu-se Gil Mata, amigo de Aguiar de Carvalho e da família. Sobre o antigo autarca disse que fora “um destacado vulto, homem grande”. Realçou-lhe ainda a “honestidade sem mácula e o caráter impoluto”.

Versão completa na edição impressa do DIÁRIO AS BEIRAS de 6 de outubro

5 Comments

  1. Depois de morrerem, são todos bons!!!

  2. figueirense says:

    realmente se fizermos homenagens a todos os que enganaram o povo e os municipes neste paìs não haverá espaço suficiente neste Portugal ! Homenagens só ao SALAZAR !

  3. Nao desejo a morte a ninguem , mas o que esse sr. fez pela figueira…. valh-me deus , as pessoas tem mesmo memória curta…. mas pior sao aqueles que na altura faziam parte do executivo do santana diziam tudo de que é de mal do sr. e hoje grandes defensores da causa…. Cambada de …………………………….

  4. Gostava que alguém me explicasse, que o cidadão ao deslocar – se ao tribunal de cascais para saber do caso do despedimento colectivo do Casino Estoril, assunto que já se arrasta à mais de um ano e meio, um dos funcionários do tribunal, respondendo à pergunta do cidadão.
    O informou que o caso está entregue ao juiz, mas que o melhor era o cidadão arranjar emprego.
    Isto ultrapassa a mais séria verdade da justiça em Portugal, será que o Casino Estoril que muita gente sabe desde a operação furacão à construção do Casino Lisboa, agora também manda no tribunal de cascais.
    É um absurdo um funcionário do tribunal, falar como falou para o cidadão, porque já não chega a injustiça dos organismos do estado que deram total cobertura a esta farsa do despedimento colectivo, ainda assim o tribunal sugere que o cidadão procure emprego.
    Afirmo que este assunto posso eu próprio garantir que até morrer, isto vai ser falado desde blogs, nos cafés, bem em tudo o que é lugar, porque a justiça devia ser o garante da liberdade do ser humano.
    .

  5. C Fernandes says:

    Analizando a obra de tal "Vulto", esta só poderá ser homenageada por aqueles que que com ele comeram à manjedoura e,que era farta. Não me parece que os espiritos Fernandes Tomás ou Bernardino Machado estejam sossegados depois dos acerbos destas figuras anedóticas que em vez de se enfocarem em resolver os problemas da autarquia esbanjam o nosso dinheiro e, ao mesmo tempo conspurcam as praças com bustos de tão bizarras figuras.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*