Portagens na A25: está em causa a economia regional!

João Azevedo, presidente da Câmara Municipal de Mangualde

Todos sabemos a actual situação financeira do país e a gestão cautelosa que é essencial face às obrigações assumidas internacionalmente, mas não se pode «cortar a eito» … não se pode tomar medidas sem pensar nas consequências!

É que, com a entrada em vigor do pagamento de portagens na auto-estrada A25, os mais de mil camiões existentes no concelho de Mangualde vão ficar sem alternativa para circular.

Somos conhecedores da actual situação viária da EN 16, que sofre de problemas de manutenção e começa a dar grandes sinais de desgaste. Se esta situação acontece agora (quando os camionistas ainda circulam gratuitamente pela A25) não é difícil imaginar como a EN 16 ficará quando o volume de circulação de pesados aumentar… passado um mês a ponte da Pextrafil certamente cairá!

Não nos podemos esquecer da importância que as empresas representam para a economia local e regional, são muitos postos de trabalhos que estão em causa e o Governo tem de ter isso em conta! Tive já várias conversas com algumas transportadoras e empresários do sector produtivo que estão muito preocupados com esta situação.

E não é para menos, porque o pagamento de portagens vai certamente diminuir em larga escala a competitividade destas marcas, vai encarecer o seu produto final.

Há ainda uma outra vertente desta questão que me preocupa seriamente. Esta estrada foi, no final da década de 90, desafectada para o domínio municipal, mas eu pergunto quem é que se vai responsabilizar verdadeiramente pela manutenção? Porque para além dos camiões, haverá certamente muitos veículos ligeiros (de todo o distrito de Viseu) a usá-la diariamente.

Tendo em conta esta nova realidade, o Estado português não se pode ausentar da responsabilidade daquilo que assumiu no passado, das condições que criou e que hoje já não são as mesmas. Para tentar solucionar este ponto, já estabeleci contactos com a tutela no sentido de perceber se há alguma solução.

Sempre disse que estava contra a introdução de portagens nas SCUT (independentemente dos partidos que governavam o país) e volto a dizê-lo porque representa de facto um grave perigo para o Interior do país. É toda uma economia regional (e respectivos postos de trabalho) que está em causa! Espero que reine o bom senso!

7 Comments

  1. CRISTINA HENRIQUES says:

    ESTES ASSUNTOS TERÃO DE SER MUITO BEM PENSADOS PORQUE SENÃO QUALQUER DIA AS PESSOAS ATÉ MUDAM DE TERRA… VÃO PARA LOCAIS COM MAIOR ACESSIBILIDADE!!! JÁ ESTÃO A ACONTECER MUITAS MUDANÇAS DESTE GÉNERO!

  2. João Coimbra says:

    Aplaudo e saúdo a posição deste autarca. Não desista e tente mobilizar os autarcas vizinhos para o problema.Não passa pela cabeça de ninguém que um Itinerário sem alternativa credível seja portajado. Veja-se a vizinha Espanha.Isto é destruir a economia, o interior, e aumentar o desemprego. O que se está a passar é um grande embuste,è nojento, vergonhoso.

  3. Isso foi tudo a culpa do PS e do sr Sócrates …

  4. Esta pessoa que diz que a culpa é do PS e do Socrates, não sabe o que está a dizer.
    Esta situação do País já vem do tempo do actual presidente da republica, quando este era primeiro ministro. E a situação da Madeira sem dúvida que a culpa é do Jardim.Agora os do Continente estão a pagar as favas, como por exemplo uns ficam sem os 2 subsidios e outros sem 1, portanto os Madeirenses que paguem as dividas deles .

  5. EX MORADOR MANGUALDE says:

    INTERESSANTE QUE QUANDO O SÓCRATES ESTAVA NO PODER, O NOSSO AMIGO JOÃOZINHO, PRESIDENTE DA CÂMARA NUNCA SE MANIFESTOU CONTRA AS PORTAGENS DA A-25. MUDOU O PODER E AGORA JÁ É CONTRA????? A SOLUÇÃO É NÃO VOTAR-MOS EM MAIS NINGUEM E DEIXAR A TROPA TOMAR CONTA DO PODER!!! ISSO SIM SERÁ DEMOCRACIA.. ABRAÇOS

    • Luis Almeida says:

      Nem tinha que se manifestar contra meu amigo!!! A sua memória deve ser curta, mas relembro-lhe que a ideia de meter portagens em todas as SCUT foi do PSD, até porque quando o Sócrates era governo, não tencionava colocar portagens na A25! Agora vir para aqui com lérias sobre que mudou o governo e o homem muda de posição é coisa que não lembra a ninguém, a não ser aqueles laranjas que não tem forma de justificar isto, empurram o problema para os outros.

    • Mangualdense says:

      Lamento desapontá-lo, mas desde que foi a veiculada a possibilidade de a A25 ter portagens que o Dr. João Azevedo se manifestou contra. Nessa altura ainda o governo era PS.
      Deve estar a confundir o Sr. Macário Correia, laranjinha como o Sr. deve ser, que antes era contra mas agora já é a favor.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*