Passagem hidráulica dos Fornos vai para obras em abril de 2012

Posted by

Foto Luís Carregã

A Estradas de Portugal decidiu adiar para abril de 2012 o início das obras no IC2 para a construção de uma passagem hidráulica da Ribeira dos Fornos.

Segundo a empresa, as obras vão durar quatro meses e, caso arrancassem no início deste mês, obrigaria a que as intervenções se estendessem até dezembro/janeiro de 2012.

“Como é sabido, o mês de novembro é o de maior pluviosidade em Coimbra, o que provocaria, com toda a certeza, a suspensão da obra face à subida da água na Ribeira, sendo ainda de realçar que esta ribeira não pode ser desviada de forma a permitir a execução dos trabalhos”, refere o ofício enviado à junta.

Versão completa na edição impressa

5 Comments

  1. Mais uma vez adiada. Para quando? Logo se há-de ver, pois com um pouco de sorte em Abril vai chover muito e vai dáí mais ums desculpa porque está a chover, mais uns meses e assim sucessivamente… É uma total vergonha. Deviam era viver naquela zona para dar o valor..

  2. Torre de Vilela says:

    Se algum dos senhores da Estradas de Portugal residisse naquela zona, tivesse lá interesses materiais ou pessoais certamente o caso teria sido melhor tratado. A obra morreu na praia. Alguém se atrasou. Tenham a coragem de assumir as vossas responsabilidades. Se tivermos inundações nos próximos meses quem suportará os prejuizos? Quem nos garante que em Abril de 2012 não mudam outra vez de opinião ou se atrasam novamente?

  3. Estas obras têm de ir à BRUXA. A Câmara de Coimbra lançou vários concursos e ainda não concluiu nenhum. Também deveria ter começado as suas obras no Verão mas atrasou-se como já é habitual. A Estradas de Portugal de igual modo. Será tudo obra do acaso ou será mesmo incompetência? Quem suportará os prejuízos se ocorrerem inundações este Inverno? Tenham vergonha? Parece que a Junta de freguesia é a única entidade interessada neste assunto? Os outros têm medo ou vergonha do que têm feito?

  4. vergonhoso….

  5. Será que em Abril de 2012 haverá dinheiro para a obra? Será que 2012 ainda existirá a Estradas de Portugal? tenham vergonham e não penalizem mais aqueles que tudo perderam em 2006.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*