Administração do hospital da Figueira da Foz pede “discriminação positiva”

Posted by

Foto de Jot'Alves

A administração do Hospital Distrital da Figueira da Foz (HDFF) afirma que as propostas enviadas aos ministérios da Saúde e das Finanças resultam da imposição do Governo de se proceder a cortes nos custos operacionais.

Segundo o presidente do conselho de administração do HDFF, os cortes exigidos pela tutela representam cerca de cinco milhões de euros/ano. De resto, há dois anos que a unidade de saúde vem reduzindo a despesa.

Mas, de acordo com Sousa Alves, a medida tem-se revelado “manifestamente insuficiente” perante as diretivas da tutela, que propõe “medidas estruturais”.

Por outro lado, o presidente da administração do HDFF exortou a tutela a fazer uma “discriminação positiva”.

Versão completa na edição impressa de 4 de outubro do DIÁRIO AS BEIRAS

2 Comments

  1. Observador da Troika says:

    Se não têm competência para ocuparem esse cargo, que não esperem que a tutela os substitua e que antecipem a sua demissão. É tão simples como isso. Se não conseguem sequer coragem para falar com ninguém, que se vão embora e não façam mais asneiras.
    Comecem a poupar nos carros, nas despesas de representação e em tudo o mais que se andam a esquecer de poupar.
    Experimentem olhar do altar onde se colocaram para baixo, com alguma humildade e até humanidade, e saírem do círculo fechado onde se fecharam, e verão que poderão deixar de ter vergonha por serem odiados e até desprezados pelos demais.

  2. Administradores Executivos
    Presidente – Remuneração de 3.719,08€, 14 vezes por ano;
    – Despesas de representação, 12 vezes por ano.

    1. Porque recebem despesas de representação durante 12 meses do ano? Ah, se calhar não tiram férias…;
    2. Não deveria o exímio gestor demonstrar iniciativa e apresentar soluções para os problemas que sejam realistas? Porque é que lhe pagam, se está à espera das guidelines da tutela?

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*