Obras na Sé Velha estão paradas devido à insolvência da empresa

Posted by

Foto Luís Carregã

O acesso aos claustros da Sé Velha está indisponível desde o final de fevereiro. Tudo porque a empresa responsável pelas obras de conservação – Miu – Gabinete Técnico de Engenharia, Lda – pediu a insolvência e, como tal, o tribunal não permite o acesso de pessoas à zona que estava a ser intervencionada.

A decisão apanhou de surpresa o pároco da igreja, João Evangelista, que uns dias antes tinha acompanhado elementos do clero numa visita às obras. Nessa iniciativa, que decorreu a meados do mês de fevereiro, foi dado um prazo de três meses para a conclusão das obras. O que é certo é que as obras estão paradas desde o final do mês de fevereiro, sem ser conhecido o prazo para o reinício.

Versão c0mpleta na edição impressa de 26 de setembro

One Comment

  1. É uma autentica vergonha o nosso país. Cada vez há mais empresas a ter o mesmo comportamento. Concorrem a obras, muitas das vezes já a saber que não vão conseguir realizar a mesma e depois acontece o inevitável. Quem sai prejudicada? a Entidade que desconhecendo a situação cai nas teias das mesmas e depois ficam com as batatas quentes ns mãos.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*