Arnaut diz que “não tem havido vontade política para manter o SNS”

Foto Carlos Jorge Monteiro

O socialista António Arnaut, criador do Serviço Nacional de Saúde (SNS), considera que não tem havido vontade política para manter o SNS. “Desde que foi criado que oiço brandir o espetro da insustentabilidade. Não tem havido essa vontade por parte dos governos, incluindo o socialista”, lamentou.

No entanto, para Arnaut, se o Governo concretizar os anunciados cortes de 800 a mil milhões de euros no setor, dará provas de que quer “destruir intencionalmente o SNS”.

O socialista intervinha ontem – dia em que se assinalou o 32.º aniversário do SNS –, num colóquio promovido pelas ligas dos amigos dos Hospitais da Universidade de Coimbra e do Hospital dos Covões, no Pavilhão Centro de Portugal.

Versão completa na edição impressa

3 Comments

  1. Tuga nao ...toto says:

    O Cavaco seca nao tem tempo para estas coisas pois ele anda em Crise, faz alguns tempos, ja nao tem boys bem qualificados para as negociatas tipo BPN++++tantas outras que so ele e que sabe.

  2. Alvaro vale Mano says:

    Para mim seria melhor oferecer Portugal a quem o quisesse, já não tenho interesse nenhum em ser Português.Os gaijos que roubaram o dinheiro que comprem portugal e assim ficam só eles com tudo

  3. Realmente estamos a chegar ao fim do mundo….

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*