Ronda das Freguesias é para continuar

Foto Jot'a Alves



As Noites da Figueira terminaram com casa cheia. O Salão Caffé, cedido pelo Casino Figueira, foi pequeno para aqueles que quiseram assistir, segunda-feira passada, aos espetáculos protagonizados pela Orquestra Ligeira da Sociedade Instrução e Recreio de Lares, Grupo de Dança Flash&Colibri da Associação Cultural Recreativa Desportiva de Matos, Grupo de Dança Voz das Estrelas da Instrução União Caceirense, Banda H20, da Sociedade Filarmónica Paionense e Vanessa Moura.

“Uma noite em grande”, disse o presidente da Associação de Coletividades do Concelho da Figueira da Foz (ACCFF), Azenha Gomes, ao DIÁRIO AS BEIRAS, reforçando: “foi o nosso recorde de pessoal. Muita gente ficou em pé”. Como aquela noite, outras seis fizeram as delícias dos muitos populares que passaram pelo Casino Figueira.

As Noites da Figueira constituíram uma parte integrante da Ronda das Freguesias, que termina hoje com a exposição de Vila Verde. A iniciativa não é nova, remonta a 1974. Porém, na altura era feita no interior de cada freguesia. Agora, a ACCFF recuperou a tradição. Escolheu o verão e as instalações do casino para mostrar à população e aos que visitam a Figueira da Foz aquilo que as freguesias têm de bom.

 

Versão completa na edição impressa do Diário as Beiras de 31 de Agosto

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*