Há quatro municípios do distrito de Coimbra com mais funcionários do que a média nacional

Posted by

Ninguém se entende sobre o número real de funcionários das autarquias. Em maio, ainda antes das eleições, o Governo dava conta de 600 funcionários a menos, desde o início do ano (corte de 0,45 por cento). Já em agosto, contas feitas pelo “Jornal de Negócios” apontam para um aumento de 8.954 trabalhadores, desde 2008.

Os números divulgados pelo jornal têm como base as estatísticas de 2010, para as autarquias, e os Censos 2011. Desta forma, é possível estabelecer uma relação de número de funcionários por mil habitantes. E constatar que a média nacional era de 18,5, em 2008, tendo subido para 19,6, em dois anos

Apesar de tudo, houve mais municípios a reduzir efetivos: 156, enquanto 152 aumentavam. Em termos absolutos, em dois anos, foram reduzidas 4.406 pessoas, mas as contratações ascenderam a 13.360.

Aumento enganador

Trata-se, porém, de uma evolução algo enganadora. É que, durante o ano de 2009, cerca de um terço dos municípios (mais concretamente 112) aceitou aderir a um acordo, com o Governo, para a transferência de competências na área da Educação. Ao todo, segundo dados da ANMP, foram cerca de 11 mil novos trabalhadores – auxiliares, sobretudo –, a serem integrados nos quadros das câmaras.

Mais informação na edição impressa do DIÁRIO AS BEIRAS de 22 de agosto

One Comment

  1. Pois é claro que são dados enganadores, que atiram areia para os olhos de quem não quer ver. Das colocações havidas de há alguns anos a esta parte é só ir averiguar quais os cargos ocupados e por quem que, é fácil de lá chegar:- "Filhos, enteados, primos, afilhados, esposas de alguns que já lá permaciam, namorados de algém que já lá tinha lugar, etc,etc,etc. É a pura realidade como os lugares são ocupados no funcionalismo público, com principal destaque para a nossa Câmara Municipal de Coimbra.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*