Associação de Coimbra contra taxas da Liga de Basquetebol

Arquivo

A Associação de Basquetebol de Coimbra (ABC) não aceita que a Federação Portuguesa de Basquetebol (FPB) exija taxas de inscrição aos clubes, muito menos que envolvam as associações num “acordo” para que as taxas fossem cobradas.

“É obvio que a federação não passa ao lado da crise financeira, ainda para mais quando esta é agravada pelos atrasos nos pagamentos do estado, por via do Instituto do Desporto de Portugal”, refere o presidente da ABC, Emídio Fidalgo.

Fidalgo lembra que “a FPB reuniu-se com as associações, mas já depois de ter decidido fazer uma série de alterações”. Entre elas, a aplicação de uma taxa de inscrição, pela primeira vez nas competições por si organizadas. “Inicialmente tinham decidido aplicar uma taxa de inscrição, por equipa, de 5.000 euros, na Liga, e de 2.500, na Proliga, para além das habituais taxas de jogadores, que foram aumentadas, e de arbitragem”, explica. Mas a ABC, antecipando esta reunião, em decisão concertada com Académica, Sampaense e Ginásio, apresentou um documento, “que acabou depois por ser apoiado pelas outras federações, contestando estas alterações”.

 

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*