“Peixeirada” suspende reunião de câmara na Figueira da Foz

Posted by

Foto de Jot´ Alves

 

A reunião da Câmara da Figueira da Foz de ontem (26) foi temporariamente suspensa na sequência de discussões envolvendo vereadores do executivo e o presidente da Associação de Comerciantes do Mercado Municipal, Custódio Cruz.

 

Este dirigente interveio na reunião para falar sobre o processo de requalificação do equipamento, que contesta, envolvendo-se, depois, numa discussão com o presidente da autarquia, João Ataíde (PS), e com o vereador Miguel Almeida (PSD).

A disputa verbal levou o presidente da câmara, por diversas vezes, a tentar repor a ordem, mandando calar, sem sucesso, Custódio Cruz. Este, por sua vez, dirigiu-se por várias vezes aos comerciantes que assistiam na sala, interrompendo e ignorando a intervenção dos autarcas.

Por iniciativa de João Ataíde, os vereadores decidiram levantar-se da mesa no momento em que Custódio Cruz se envolveu noutra discussão, desta vez com Daniel Santos, vereador do movimento Figueira 100%.

Os vereadores deixaram em aberto a possibilidade de não voltarem a dar a palavra a Custódio Cruz, que já protagonizou várias altercações nas reuniões de câmara. As intervenções do comerciante, disse João Ataíde, “começam de uma forma relativamente aceitável e acabam sempre mal”.

One Comment

  1. José Guardado says:

    Na Figueira, todos os assuntos são discutidos de forma acalorada. O que é uma "peixeirada" para os de forma, para os naturais e/ou residentes é só uma forma típica de discutir as coisas. Acredito que para um juiz, habituado a fazer-se obedecer, nem que seja sob voz de prisão, estas coisas sejam difíceis…

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*