Junta de Bom Sucesso sem dinheiro para pagar salários

Posted by

Dário Acúrcio, presidente da Junta de Bom Sucesso

Se entretanto a situação financeira não evoluir positivamente, a Junta de Bom Sucesso deixa de ter dinheiro para pagar os salários dos seis funcionários e dos quatro tarefeiros, a partir de julho. É o próprio presidente quem o afirma.

O construtor do campo de futebol do Gândara penhorou 20 por cento das transferências do Fundo de Equilíbrio Financeiro (FEF), da Administração Central, que, por sua vez, reduziu as verbas, em nove por cento, no âmbito das medidas de austeridade.

Sempre a diminuir. “Assim, vamos passar a receber 13 mil euros por trimestre e as despesas fixas são de oito mil euros/mês”, alerta Dário Acúrcio. O autarca de Bom Sucesso tentou encontrar liquidez financeira através da venda de dois prédios rústicos, situados em Morros, avaliados em 250 mil euros. Porém, na última Assembleia de Freguesia, acabou por fazer marcha atrás.

“A reação da população não foi favorável e decidi desistir da proposta. Desconfio que os contestatários foram mobilizados por algum elemento do executivo da junta”, sustenta o presidente.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.