Não há aulas na EB 1 e jardim-de-infância de Santiago

As cerca de 140 crianças da escola EB1 e Jardim-de-Infância de Santiago, em Aveiro, ficaram hoje (3) sem aulas, devido à realização de obras para reparar o telheiro exterior que vinham a ser reclamadas pelos encarregados de educação.

A informação foi comunicada esta manhã pelo diretor do agrupamento de escolas de Aveiro aos pais, que se encontravam à porta do estabelecimento para deixar os seus filhos.

O responsável afirmou que esta segunda-feira não haveria aulas porque iriam dar início dos trabalhos para a remoção dos vidros que cobrem a estrutura, e assegurou que, amanhã (4), a escola retomaria o seu normal funcionamento.

Os encarregados de educação já tinham ameaçado fazer um boicote às aulas enquanto não fosse garantido por parte dos responsáveis da câmara que a estrutura exterior, com mais de 15 anos, fosse verificada de forma a avaliar a sua estabilidade e os vidros em falta fossem aplicados.

Durante o período das férias de Natal, a câmara mandou colocar um gradeamento por baixo da estrutura que, segundo os pais, “não garante a segurança, incrementando inclusivamente o risco de acidentes”.

Luís Batista, da associação de pais do estabelecimento de ensino, realça que no ano passado “chegaram a cair alguns vidros durante a noite” e adianta que existe um relatório da Administração Regional de Saúde do Centro, datado de julho passado, a alertar para a necessidade “urgente” de mandar verificar a estabilidade da referida estrutura.

“Infelizmente este processo arrasta-se há já um ano e os pais tiveram de intervir de uma forma mais exigente, porque as entidades competentes não atuaram”, afirmou o mesmo elemento, lamentando a demora na resolução do problema.

Esta manhã, à porta da escola, alguns pais manifestavam insatisfação por não terem onde deixar os seus filhos, mas Luís Batista recorda que “seria muito mais grave se uma qualquer criança sofresse um dano irreversível na sua condição física ou até perdesse a vida porque algo lhe caiu em cima”.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*