Mais de 3.000 alunos obrigados a devolver dinheiro das bolsas

Os representantes de todas as escolas do Instituto Politécnico de Coimbra (IPC) estiveram reunidos ontem (12) para analisar aquilo que dizem ser “mais um gesto mentiroso do Governo”.

Em causa, o facto de cerca de 3.100 estudantes do IPC terem sido informados que terão de devolver o dinheiro já recebido referente às bolsas de estudo. De acordo com a Associação de Estudantes da Escola Superior de Educação de Coimbra (AE ESEC), “em 4.734 pedidos de bolsa do IPC apenas 1.274 vão receber apoio”.

“Estamos a ser mais uma vez enganados e espezinhados por um Governo falso e mentiroso que afirma que há mais ação social… Não vemos onde nem como”, pode ler-se numa carta enviada aos colegas da escola.

Recorde-se que, em meados de dezembro último, as bolsas do ensino superior foram retiradas do decreto-lei (DL) 70/2010 para evitar que “centenas de estudantes” fossem impedidos de prosseguir estudos.

“É importante que se saiba que mais de 70 por cento dos bolseiros do IPC viram o pedido de bolsa recusado. É lamentável”, afirmou João Morgado.

21 Comments

  1. Se as tiraram é porque não tinham direito a elas.Acham que um aluno que vai para as aulas de mercedes merece ter bolsa?pois houve muitos casos desses

  2. Caro Rogério, como tudo na vida, a excepção não é nem pode ser a regra.
    A maioria dos alunos "ficam para trás" devido a valores de 10 ou 15 euros. Isto é, pelo facto da entidade parental ganhar uns trocos a mais que o limite máximo, os seus filhos vêm-se ficar sem as bolsas.

    A titulo de exemplo, em casa dos meus pais entra uma pensão de pouco mais de 400 euros e um ordenado mínimo. Estes valores são para 3 pessoas, sendo que uma delas, anda no ensino superior. Não têm património nem qualquer outro rendimento. Possuem 2.500 euros numa conta poupança que começaram a fazer há quase 10 anos atrás.
    Compreende-se e justifica-se que lhe tenha sido retirada a bolsa?!?!

    • Compreendo o teu ponto de vista, mas ir para a universidade não é para quem quer, mas sim para quem pode…

      Conheci n casos de bolseiros que o dinheiro da bolsa ia por completo para as noitadas..

      • não é para quem quer, mas sim para quem pode…
        Embora nem merecesse comentários , tomara que os seus filhos QUEIRAM e voce lhes POSSA dar esse DIREITO que é a educação. É por isso que é um pais de burros e incompetentes, vai quem pode e fica quem sabe amigo

  3. Pedro Semedo says:

    Mas o pior é que de certeza que esse do Mercedes não tiram a bolsa… É tudo ao contrário. Quando ter um filho e ter um rendimento de 300€, não dão bolsa, já não se sabe o que é preciso para dar bolsa…

  4. Só se for um mercedes de ferro daqueles dos anos 80!…Acham que alunos de mercedes se candidatam a bolsa?…tenham dó…triste é darem bolsa maxima a quem tem so ordenado minimo so em casa…e dps essa bolsa maxima serve pra escola..pra ir de ferias no verão…enquanto k outros k recebiam a minima…k apenas dava pra pagar propinas…e k em casa recebem pco mais k ordenado minimo ficaram sem bolsa…e tem k devolver dinheiro……e ainda por cima tem k trabalhar pra estudar…pk kem tem bolsa maxima….faz vida de rei….Triste vergonhoso…e ninguem devia de votar nestes aldraboes…

    • Caro Rui, não seja ingénuo. É claro que se candidatam. E alguns até a recebem.

    • Achas mesmo? Dou-te um exemplo de um caso de uma rapariga da minha escola (e ainda estou no Secundário, provavelmente no Superior é igual ou pior!) que, vivendo bem, muito bem mesmo, com imensos rendimentos do lado do pai, com roupas caríssimas, pulseiras e outros adereços de centenas de euros, recebe bolsa máxima.
      É triste, mas é verdade.

  5. Marisa Andrade says:

    Como é que actualmente alguém consegue tirar um curso se não recebe apoio financeiro? As propinas aumentam, está tudo a aumentar. No meu caso, recebo bolsa (o mínimo), e os meus pais não têm mercedes nem perto disso, tenho de me deslocar todas as semanas para Coimbra (despesas de viagens), tenho de me alimentar, pagar renda de um quarto, mais as propinas e material que preciso. Sinceramente, acham que 98 euros dá para isso tudo? O meu pai ficou desempregado há pouco tempo, como é que apenas um salário mensal dá para pagar tudo? Lá está, não dá. Querem evoluir tanto na educação, e acabam por não fazer nada de jeito. Muitas pessoas desistem dos cursos a meio porque não têm mesmo condições para continuar. Os pobres também têm direito a tirar cursos!

    • Não recebes bolsa, quando muito estás isento de propinas! Na prática!

      Não são os pobres que tem direito a tirar o curso, é quem tenha capacidades intelectuais tem o direito de tirar o curso, seja de que classe for. Igualdade de Oportunidades! Direito ao Ensino! São direitos Constitucionais!

  6. Depois de analisar todos os comentários…
    concordo que tirem as bolsas a quem não precisa…
    mas acredito que as dão a pessoas que não precisam…
    Acredito que é difícil averiguarem, quem não tem o direito de as receber…
    porque esses alunos que as recebem, os pais não declaram os seus rendimentos, têm forma de fugir a elas…. como por exemplo os filhos de médicos, advogados e outros…. e é de lamentar que que continue acontecer….todos temos direito á educação….e hoje em dia é difícil sem apoio….

  7. É terrível que tirem as bolsas a alunos sem possibilidades e também é verdade que não vão retirá-las aos filhos dos ricos que conseguem fugir aos impostos. Mas só podia dar nisto… Rendimentos mínimos para quem precisa e para quem não quer trabalhar, pensões a quem nunca descontou um cêntimo, portáteis à borla para as crianças irem ao hi5, um TGV que ainda é uma miragem e já nos custou milhões… Estávamos à espera de quê? Não chega para tudo e este país nunca soube gastar!!!

  8. Daniel Amorim says:

    o problema é que n sabem distribuir as bolsas os meus pais sao pobres..e eu nao tenho bolsa.. é isto que ta mal..se a gente envia tanto documento pa provar n situaçoes financeiras porque nao os analisam a fundo se n tem gente para analisa.los k criem mais psotos de trabalho.. fdx pa..mas nos somos burros ou k??? eu nem vou continuar odeio ser portugues e odeio as pessoas k criticam a sociedade k eles proprios criaram cm os seus votos e odeio tmb todos akeles k se deixam estar a afundar e n fazem nada!

  9. O problema nao esta no ministério da educação nem nos regimes das bolsas, o problema está nesses empresários que se dizem independentes e declaram ordenados minimos . Assim é possivel ter uma boa bolsa.
    E mais, para que se saiba a DGES distribui em Outubro bolsas minimas (prefaz um total de 998€/ano o que em muitas universidades nem para as propinas da) por todos os alunos que se candidataram a este apoio porque tinham um prazo a cumprir determinado pelo governo (recebi o 'resultado' da minha bolsa às 4h da manha). Entretanto as pessoas gastaram esse dinheiro (e 75% nao foi de certeza para comprar roupa porque esses nao precisam de curso, os pais conhecem bem as donas das empresas) para pagar propinas e agora são obrigados a devolvê-lo porque o sistema quis cumprir prazo, aparecer na fotografia, cortar as bolsas a maior parte do alunos e agora que nos desenrasquemos.
    E o mais estupido no meio desta conversa toda é ler certos comentários e perceber que, coitados, nao tem de certeza propinas para pagar. Só fala quem sabe do que se trata, mas neste pais toda a gente quer tem opiniao. Somos uns eternos adolescentes a querer mostrar uma posição, depois somos so ridiculos.

  10. Pingback: Três mil alunos foram obrigados a devolver o dinheiro das bolsas de estudo. | cinco dias

  11. Pingback: Três mil alunos foram obrigados a devolver o dinheiro das bolsas de estudo. « Gota Por Dia

  12. Brick Springleton says:

    Num país civilizado a educação deve ser estimulada e financiada pelo estado – desaparecimento de propinas e boas bolsas mensais para todos os estudantes. Tem apenas que existir o critério destas bolsas serem dependentes do (bom) rendimento escolar. Por outro lado, não é má ideia o estudante ter que reembolsar uma porção da bolsa recebida ao longo da sua futura vida de trabalhador. Se desleixamos a educação da população deitamos tudo a perder. Rock 🙂

  13. O problema é que o Estado Português em vez de atribuir bolsas está a empurrar os estudantes para empréstimos! Neste momento os estudantes já devem 130 milhões de Euros aos Bancos! E quando não conseguirem pagar, mais um buraco patrocinado pelo ministério do Ensino Superior! Com o PS e PSD como pais deste grande negócio!

    Não deixa de ser curioso que depois quem se queixa não vai votar não discute as situações e não vê propostas dos vários intervenientes partidários! E ajude a aumentar a abstenção…..

    Além de a AEESEC afirmar isto, e as outras AE´S do IPC onde andam? Onde estiveram em Novembro passado quando a AAC e a AEESEC foram para Lisboa para a manifestação?

    Já chega de de sermos cidadãos passivos…..

  14. É um facto que muita gente só tem bolsa, porque os país fogem aos impostos! No entanto existe muita gente que não tem possibilidades para pagar a universidade, e foram prejudicados nas novas atribuições de valores! Conheço casos em que alunos só têm 13 euros para gastar por semana! Apesar de não ter bolsa, estou solidário com eles, não queremos voltar aos tempos da ditadura fascista!

  15. Filipe Oliveira says:

    Nesta quarta feira vai haver novamente uma manifestacao em Lisboa.
    Deixem de ser passivos… a Universidade do Minho vai estar em peso.
    Caminhamos a passos largos para um estado insuportavel da educacao no nosso pai's.
    TODOS devemos de manifestar o nosso desagrado contra estas medidas contra a educacao.

  16. o que acontece a quem não tem dinheiro para devolver?

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*