Mãe de Renato Seabra ainda não conseguiu falar com o filho

O modelo português de 21 anos, acusado do homicídio de Carlos Castro, continua detido no hospital Bellevue em Nova Iorque, sendo que ontem já deixou a ala psiquiátrica da unidade de saúde na zona leste de Manhattan, tendo sido transferido para a secção prisional do mesmo hospital.

Renato Seabra está impedido de receber visitas até falar com o juiz. Isto apesar de ontem, durante o dia, Odília Pereirinha ter-se dirigido para a unidade de saúde com o objetivo de visitar o filho. O que acabou por não conseguir.

“Em grande sofrimento”

Nada se sabe sobre o estado físico e psicológico de Renato Seabra. Em entrevista ao DIÁRIO AS BEIRAS, o psiquiatra Carlos Amaral Dias, disse não ter “quaisquer dúvidas que [Renato Seabra] está em grande sofrimento”. “Um sofrimento horrível. Se não estivesse não teria feito isto”.

Para o especialista – que fala sobre o caso num “quadro estritamente especulativo” até porque desconhece o que se terá passado -, o jovem terá tido um surto psicótico.

“Todos dizem que ele era uma pessoa tímida. Não era expansivo. Isso demonstra um caráter esquizóide que nunca tinha sido revelado”, diz Amaral Dias. Embora Renato Seabra fosse uma pessoa “socialmente adaptada”, aquela timidez era “uma espécie de encapotamento de sinais psicopatológicos”. “É uma forma de distanciamento em relação à realidade. E depois, manifesta-se de forma súbita e disruptiva, de defesa contra a realidade”, refere o psiquiatra.

“Um pai que nunca teve”

Diogo Silva, melhor amigo de Renato Seabra, continua a acreditar na inocência do jovem modelo. “Conheço o Renato e custa-me a acreditar. Estava sob efeito de qualquer substância porque eu conheço o meu amigo. Sei que Deus é grande e há de haver justiça”, disse o amigo em declarações aos jornalistas. O informático, de 22 anos, acredita que Renato, “sendo uma pessoa humilde”, tenha visto em Carlos Castro um pai que “nunca teve”.

25 Comments

  1. Timidez esconde psicóse, por favor, Dr. reveja o seu diploma. Diga antes que algo de muito grave se passou para inverter uma calma em violencia. Todos dizem coitadinho do Sr. Carlos Castro… será??? Um Homem com 65 anos homosexual ou não se tiver as luas todas não se mete com um rapaz de 21 anos. O Renato teve um momento mau, mas o Sr. Carlos Castro teve 65 anos de momentos MAUS.

    • "o Sr. Carlos Castro teve 65 anos de momentos MAUS". Pois…só que não matou ninguém. Há uma pequenina diferença.

      • concordo……..e concerteza nao obrigou o renato a fazer todas essas viagens………imagino o sofrimento daquela mae ……………

      • nao se julgua asim nimgem
        o rapaz nao e mao nem nenhum monstro
        ele apenas deve ter um sufrimento que nimgem intemde
        porque nimguem esta au lado dele por favor tenhao
        coraçao e sentimentos

    • FOI O MELHOR COMENTARIO QUE LI ATÉ HOJE.

    • O psiquiatra até estava a defender o Renato. Se a defesa dele provar isto (que foi uma psicose reactiva), ele fica inimputável. Ou seja, pode sair em liberdade.

    • OH MENINA RICARDA SE ACHA QUE MATAR UM SER HUMANO E ESPANCA-LO DURANTE UMA HORA É UM MOMENTO MAU, GOSTAVA DE SABER O SEU NÍVEL DE MALVADEZ!???

  2. Eu com a idade do Renato também tive namoradas. No entanto era e sempre fui gay. Só porque o Renato não se enquadra na ideia preconceitosa que a sua família e amigos têm de como é um homossexual, não quer dizer que ele não seja. Aliás, cada novo detalhe que sai acerca da personalidade do rapaz e seu historial familiar, não me resta qualquer dúvida que ele é mesmo gay. Gay mas reprimido, sem saber lidar com isso. O que não admira, considerando de onde vem… No fundo esta gente toda é cúmplice.

    • Concordo plenamente. Eu sou casada, tenho um filho e apaixonei-me por uma rapariga. Ninguém sabe, por enquanto, até porque até ao momento só tinha tido relacionamentos com pessoas do sexo masculino. como podem todos dizer que ele não é homossexual?
      se não ere começou a ser.

  3. Olá Carlos!"Paz à tua alma" As minhas mais sentidas condulências à família e todos os amigos íntimos do Carlos.Nunca tendo privado com ele admirava-o muito pela sua grande humanidade,frontalidade como grande cronista que era e respeitava-o como pessoa(sincero).Não sei o que terá despelotado tão horrendo crime,mas NADA o justifica.O Renato quando se abeirou do Carlos,vendeu-se,para atingir os seus fins.Se -já não era gay,foi-o até agora ou fez-se passar por tal enganando o Carlos para dele tirar os seus proveitos e quando não mais lhe interessou resolveu "acabar com o vírus".A vida das pessoas não é algo descartável. Infelizmente,a actual juventude é educada a dizer "mas eu quero" e não se ensinam os valores básicos,talvez por também os desconhecerem.Sou mãe e avó,entendo a agonia da mãe,mas isso não lhe confere o direito de não aceitar que o filho é criminoso e demasiado ambicioso ao ponto de matar se a tal tiver de recorrer.Não acredito muito na justiça humana,mas sim na Divina.-Que os jurados sejam iluminados e façam JUSTIÇA- Até breve amigo.

  4. Já enviei comentário.Nome FAP mas não o email.

  5. É de lamentar, vergonhoso e sujo como Carlos Castro com idade de 65 anos se mete com um jovem de 21 anos.
    Esse senhor estragou a vida desse jovem….
    É apenas de quem tenho pena….

    • Pois é…"esse senhor estragou a vida desse jovem"…peraí? Quem é que matou quem afinal?

    • sim, coitadinho do bébé, tão pequenino, de tão inocente que era acabou por matar uma pessoa e ainda a pessoa que morreu é que lhe estragou a vida! só resta dizer que Carlos Castro não devia ter nascido, é que estragou a vida ao pobre rapaz…..realmente certas pessoas não deviam fazer comentários tão tristes

    • É de lamentar a falta de discernimento de tanta gente.
      Um idoso obriga um jovem a fazer o kê?
      O carlos era homossexual assumido. Ponto assente. Coitadinhos dos jovens á procura de vida fácil, tenho tanta pena. Porque aceitou viajar com o Carlos e partlharem o mesmo quarto?

  6. O Renato para a fazer o que fez, sendo ele, uma pessoa pacata e calma, só podia estar sob o efeito de alguma droga alucinogénea. Só assim se justifica o crime com tamanha violência. Quanto ao Sr. CC, o facto de referir no seu livro que sabia que iria ser assassinado e encontrado morto em NY, outro facto é a sua última festa de aniversário dos seus 65 anos ter 65 pessoas e ter comentado com Lili Caneças, segundo esta, que a festa ia ter 65 pessoas porque sabia que era a última que fazia,entre outras coisas. Fala-se de premonição, não será antes desejo/premeditação/planeamento da sua própria morte? Quem sabe? Não terá o Renato caído numa armadilha? Não me venham dizer coitadinho do Carlos Castro, ele também não devia ter uma cabeça muito saudável, para andar com um miúdo 44 anos mais novo que ele,

  7. Concordo integralmente com o comentário da FAP.

  8. Querem dizer que a raposa velha e sabida que o Sr. CC era se deixou enganar por um miúdo de 21 anos, não me venham com tretas! O CC só teve aquilo que procurou e de acordo com o tipo de vida que sempre levou. Ele gostava era de "carne fresquinha", alguém dos que aqui defendem o Sr. CC lhe confiava uma criancinha? Dúvido.

  9. D.ana, isto não é para defender o Sr.CC mas o Renato quando se envolveu com ele deve ter sido á procura de vida fácil, de muito dinheiro em troca de pouco mas pelos vistos nem tudo foi um mar de rosas. Não acredito que fosse á procura de amor de pai como amigos dizem. A verdade é que ele já não é uma criançinha e quem anda á chuva molha-se. E realmente não confiava uma criançinha a nenhum dos dois, e nos dias que correm….

  10. Não sei o que achar…estou chocada com a barbaridade do crime, mas umas coisa é certa, se o rapaz queria, matar, matava…já era mau o suficienete…mas para ter chegado(se chegou) ao ponto, a que chegou, devia ter uma mescelania de sentimentos e dos maus dentro dele, nojo, repugnâcia, revolta…. e podia ficar aqui a tarde toda…Mas que a verdade venha à tona, porque já chega de especulação.
    Já agora deveriam diferenciar um homosexual de um pedófilo. E não colocar toda a gente no mesmo saco.

  11. SOU MÃE NÃO O QUE PODE SER O FUTURO DO MEU FILHO
    TENHO MUITA PENA DA MÃE DO RENATO
    SE FOSSE O MEU FILHO NÃO TERIA DINHEIRO SEQUER PARA IR Á AMÉRICA MUITO MENOS PAGAR A UM ADVOGADO PEÇO A DEUS QUE O RENATO VENHA CUMPRIR A PENA A pORTUGALPARA RECEBER O APOIO DA FAMILIA.
    A FAMILIA DO SR. CARLOS CASTRO OS MEUS SENTIDOS PESÂMES FOI UMA MORTE UM SER HUMANO QUE MORREU .ALGUÉM UM DIA DISSE-ME NA PRISÃO,NO HOSPITAL E CEMITÉRIO TODOS NÓS TEMOS UM CUNHÃO.A NOSSA SOCIEDADE DEVE DAR APOIO Á MÃE DO JOVEM É MÃE.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*