Desempregados da Delphi podem receber apoio do Fundo Europeu de Ajustamento à Globalização

O ministério do Trabalho e da Solidariedade Social anunciou hoje (4) que vai ser pedido apoio ao Fundo Europeu de Ajustamento à Globalização para ajudar os desempregados da Delphi, uma decisão tomada antes do apelo lançado pelo PSD da Guarda.

“O Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) tem vindo a acompanhar o processo da Delphi e já tinha decidido apresentar uma candidatura ao Fundo Europeu de Ajustamento à Globalização (FEG)”, explicou a tutela.

Em comunicado, o ministério esclarece que “só agora estão reunidas as condições necessárias para a submissão do projeto, uma vez que a candidatura deve identificar todos os trabalhadores desempregados na sequência do processo de encerramento”.

O PSD da Guarda defendeu ontem (3) o pedido de apoio ao Fundo Europeu de Ajustamento à Globalização para ajudar os desempregados da Delphi, tal como aconteceu depois do encerramento da Qimonda, em Vila do Conde.

O presidente desta Comissão Política Distrital, Álvaro Amaro, questionou se “não será chegada a hora de se tomar igual medida para os trabalhadores da Delphi”, depois de salientar que o pedido do Governo para a Qimonda foi aprovado.

Segundo o gabinete de Helena André, “os trabalhadores desempregados com o encerramento da Delphi têm vindo a ser acompanhados pelos serviços públicos de emprego, quer no sentido de assegurar a operacionalização das políticas passivas (acesso aos apoios no desemprego) quer das ativas, nomeadamente acesso às políticas de emprego e formação profissional financiadas pelos apoios nacionais e comunitários, nomeadamente do Fundo Social Europeu”.

A fábrica da Guarda da multinacional de fabrico de cablagens para a indústria automóvel fechou portas em 31 de dezembro, lançando para o desemprego 321 trabalhadores – que se juntaram aos 601 operários dispensados no primeiro semestre do último ano.

2 Comments

  1. Os cursos de formaçao profissional são um tapa olhos porque depois de os concluirem o centro de emprego não tem onde colocar estas pessoas.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*