Berger quer limpar a imagem

O “central” austríaco da Académica, Markus Berger, já está “a 100 por cento, sem dores” e quer dar tudo por tudo no jogo de domingo, frente ao Paços de Ferreira, para conquistar mais três pontos.

Há um treinador novo e os jogadores querem mostrar serviço… mas é a Amoreirinha, que não joga mais esta época depois da lesão no joelho esquerdo, que o plantel quer dedicar a vitória. “O Amoreirinha lesionou-se e o grupo quer dar-lhe um grande apoio. Decidimos que queremos ganhar por ele”, diz o jogador.

Berger acabou de recuperar de uma lesão e sabe como é difícil não poder ajudar a equipa – afinal de contas, viu as duas goleadas de fora –, mas tem a certeza que, com o departamento médico da Académica, Amoreirinha vai recuperar bem e depressa. “Com a equipa médica que temos vai recuperar muito rápido. Da minha parte, queria também agradecer à equipa médica, em especial ao Miguel Rocha, que fez um excelente trabalho comigo”, afirma.

O mês de janeiro é complicado para a Académica, mas Berger quer limpar a imagem dos últimos jogos: “A imagem que ficou dos últimos dois jogos não é a da Académica. Queremos vencer para mostrar a toda a gente que somos capazes de dar a volta”.

A adaptação aos métodos de José Guilherme “está a correr muito bem”. Berger destaca a intensidade dos treinos como o mais positivo na forma de trabalhar do novo treinador, mas avisa que, “no futebol, não há muito tempo para adaptações… temos jogo já no domingo”.

Sobre o novo treinador, o austríaco não se quis adiantar muito mais, mas foi incapaz de recusar falar sobre a saída do anterior. “O Jorge Costa é um homem com grande caráter e merece todo o respeito do mundo. Nós respeitamos a sua decisão e desejamos-lhe todas as felicidades”.

Entretanto, a novidade do treino de ontem foi a presença do “central” Cristiano, em deterimento do também júnior Tiago Silva, que esta semana já treinou com os seniores.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*