António Mendonça reúne sexta com autarcas de Coimbra, Miranda e Lousã

O ministro das Obras Públicas vai reunir-se com os autarcas de Coimbra, Lousã e Miranda do Corvo, na sexta-feira, para apresentar “uma solução para o sistema de mobilidade do Mondego”, disse o presidente da câmara da Lousã.

Embora não conheça a agenda da reunião, Fernando Carvalho (PS), admite que o titular da pasta das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, António Mendonça, deverá adiantar novos prazos para a execução do empreendimento, em função dos “condicionalismos económicos que o país atravessa”, mas dando prioridade à ligação por carris entre Serpins, Lousã (PS), Miranda do Corvo (PSD) e Coimbra (PSD).

“Apesar das dificuldades, sempre estive convencido que o projeto de mobilidade do Mondego nunca esteve em causa”, disse ainda, à agência Lusa, o autarca, reconhecendo que as dificuldades impostas pela crise “exigem eventuais reformulações e recalendarizações”.

O autarca da Lousã foi convocado hoje, à semelhança dos seus homólogos de Coimbra e de Miranda do Corvo (os outros municípios abrangidos pelo projeto), pelo ministro António Mendonça, para “uma reunião a realizar ao final da tarde de sexta-feira, no Ministério” e na qual também participará o secretário de Estado dos Transportes, Carlos Correia da Fonseca, acrescentou Fernando Carvalho.

O porta-voz do movimento que tem liderado a contestação à suspensão do projeto, Jaime Ramos, afirmou-se “satisfeito” com o anúncio daquela reunião e com “esperança que o problema venha a ser resolvido”, sobretudo em relação à ligação por carris entre Serpins e Coimbra.

A deslocação, no sábado, de utentes do Ramal da Lousã à residência oficial do primeiro-ministro, para cantar as Janeiras e oferecer a José Sócrates fragmentos das obras de requalificação da ferrovia, não será, no entanto, desconvocada, disse à agência Lusa, Jaime Ramos.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*