Sé Velha entra na Rota das Catedrais europeias (com fotos)

Posted by

Hoje é (mais) um dia importante para a Sé Velha… e para Coimbra. Às 15H30, com a presença do secretário de Estado, Elísio Sumavielle, é assinado o protocolo de colaboração entre o Ministério da Cultura (Direção Regional da Cultura) e a Conferência Episcopal Portuguesa para a implementação do Projeto Rota das Catedrais. Uma aposta da Comunidade Europeia que, segundo o padre João Evangelista, “pretende valorizar as catedrais enquanto património e símbolo da unidade da igreja”.

Mas porquê a Sé Velha já que a diocese de Coimbra tem o privilégio de ter duas catedrais? O padre João Evangelista não foge à questão e é rápido na resposta: “Porque a Sé Velha é a verdadeira e única catedral de Coimbra”.

E a sua integração no projeto Rota das Catedrais é a confirmação que faltava.

O projeto nasceu em França há 20 anos, com o grande objetivo de salvaguardar o futuro deste património garantindo a sua utilização, fundamentalmente, pela cultura, turismo e colocando-o ao serviço da comunidade. Com esses objetivos, a integração da Sé Velha na Rota das Catedrais abre as portas a apoios comunitários fundamentais para a croncretização destas obras. Os representantes da Sé Velha sabem que poderão contar com um apoio na ordem dos 70 ou 80 por cento. Mas impõe-se encontrar soluções que garantam o investimento restante. Essa poderá ser a parte mais difícil tendo em conta a situação económica do país. Mas, tendo a direção regional da Cultura do Centro decidido abraçar este desafio lançado pela CE, o caminho para as parcerias público-privadas poderá estar mais facilitado. E o acordo de cooperação que hoje é assinado é disso uma prova irrefutável.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*