Pais não deixam filhos irem às aulas na escola de Santiago em Aveiro

Os pais dos alunos da escola EB1 e jardim-de-infância de Santiago, em Aveiro, estão preocupados com as condições de segurança do edifício e ameaçam não levar os seus filhos às aulas, no início do segundo período letivo.

Os pais queixam-se do mau estado de um telheiro com mais de 15 anos, localizado no exterior do edifício, composto por uma estrutura metálica e vidro, disse hoje (18) à Lusa Paulo Sequeira, presidente da associação de pais do estabelecimento de ensino.

“Aquilo está um perigo. A estrutura está ligeiramente corroída e no, ano passado, já caíram uns vidros”, lembrou o dirigente, adiantando que, “felizmente, ninguém ficou ferido”.

Paulo Sequeira salienta que existe um relatório da Administração Regional de Saúde do Centro, datado de julho passado, a alertar para a necessidade “urgente” de mandar verificar a estabilidade da referida estrutura.

Segundo o mesmo responsável, tanto o agrupamento de escolas a que pertence o estabelecimento, como a Câmara e a Junta de Freguesia da Glória têm conhecimento do caso.

“O vereador da Educação, Pedro Ferreira, já esteve na escola para observar a situação e disse que o problema ia ser resolvido, mas nada foi feito”, acrescentou o presidente da associação de pais, que teme que, de um momento para o outro, possa cair mais um vidro e atingir alguma criança.

Paulo Sequeira acrescentou que os encarregados de educação estiveram reunidos na passada quarta-feira, dia 15, e decidiram não autorizar a ida dos seus educandos à escola, a partir do segundo período letivo, “enquanto não for garantido por parte dos responsáveis da Câmara que a estrutura foi verificada, de forma a avaliar a sua estabilidade”.

Os pais dos cerca de 140 alunos que frequentam o estabelecimento de ensino exigem ainda que a autarquia reponha os três vidros que estão em falta no telheiro.

A medida já foi comunicada numa carta enviada pela associação de pais ao vereador da Educação.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*