Naval garante ordenados de Outubro até quarta-feira

Naval 1.º de Maio e Varzim, os únicos clubes que assumem ter problemas salariais, garantem pagar o mês de outubro até 15 de dezembro (quarta- feira), conseguindo assim cumprir os novos requisitos exigidos pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP).

De acordo com o que a Lusa apurou junto dos 32 clubes que disputam os dois campeonatos profissionais, apenas Naval 1.º de Maio, da Liga principal, e Varzim, da Liga de Honra, não conseguiriam entregar hoje (13) a documentação necessária junto da LPFP.

Os clubes profissionais estão obrigados a apresentar até quarta-feira, 15, na LPFP os documentos comprovativos de que têm os compromissos salariais regularizados até ao final do mês de outubro, sob pena de subtração de pontos, de acordo com o artigo 58.º A do Regulamento Disciplinar.

O Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF) remeteu-se ao silêncio, apesar dos contactos estabelecidos pela Lusa para obter um comentário à situação salarial deste início de temporada.

Fontes da Direção e do plantel da Naval 1.º de Maio afirmaram à Lusa que, na sequência de um acordo estabelecido com a equipa profissional, o clube pagará o mês de outubro até quarta-feira, ficando ainda assim em falta o mês de novembro.

Depois de a Direção ter anunciado a 16 de novembro a possibilidade de a equipa falhar o encontro com o Benfica, devido a dificuldades de tesouraria, também o Beira-Mar tem a situação regularizada até outubro, segundo disse à Lusa fonte do clube da Liga principal.

Os restantes emblemas participantes da Liga e Liga de Honra asseguraram à Lusa que cumprem com os seus profissionais e muitos deles afirmaram que, inclusivamente, já pagaram o mês de novembro e os prémios desde o início da temporada.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*