Meio milhar de estágios para autarquias da região Centro

Posted by

Engenharia Civil é a formação mais requisitada pelas câmaras da região Centro, no âmbito do programa de estágios profissionais na administração local (PEPAL). Seguem-se arquitetura, direito, gestão e ciências documentais. A listagem final foi ontem publicada em Diário da República.

O PEPAL, recorde-se, foi lançado em 2009 e visava abrir oportunidades a jovens recém-formados. Só que a crise e as hesitações do Governo acabaram por atrasar o seu início. Agora, um despacho do secretário de Estado da Administração Local fixou o contingente e a distribuição, por municípios, de lugares em aberto.

Na região Centro, abrem ao todo 515 estágios. A câmara com mais lugares é a do Fundão: 18, de todas as proveniências, incluindo um sociólogo para a freguesia de Capinha. Também se preparam para receber muitos estagiários municípios como Óbidos (16), Pombal (15), Leiria (13), Sertã (12), Meda (13), Viseu (10) ou Anadia (10).

Em Coimbra, a capital do distrito abre oito vagas: arquitetura, psicologia direito (2), economia (2), gestão (2) e gestão de empresas – assim mesmo, com a precisão que se nota. Mais ambiciosa é a Figueira da Foz, com 11 lugares, incluindo dois para as empresas municipais – um engenheiro civil para a Figueira Domus e um técnico de turismo para a FGT. Curiosamente, há também um pedido para outro técnico de turismo, para a câmara. No mais, destaque para os lugares de antropólogo e de ciências de comunicação.

No resto do distrito, a maior surpresa vem da Pampilhosa da Serra: 10 lugares, que incluem os previsíveis de economia, direito e engenharia civil, mas também a proteção civil e a conservação e restauro. Depois, Arganil (8), Tábua e Lousã (7), Montemor (6), Oliveira do Hospital e Penacova (5), Mira, Miranda do Corvo e Penela (4). Por fim, os mais poupados: Condeixa e Soure, ambos com dois.

No que respeita às formações mais incomuns, realce para estudos portugueses e lusófonos e jornalismo (Oliveira do Hospital), comunicação e jornalismo (freguesia da Lousã), ensino básico – 1.º ciclo (Miranda do Corvo), educação social (Penacova) e contabilidade e auditoria (Tábua).

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*