Máquinas e material de jogo ilegal apreendidos em Tábua

O Destacamento de Ação Fiscal de Coimbra anunciou a apreensão, em Tábua, de 39 máquinas de jogo de fortuna ou azar ilegais e material de jogo diverso, no valor estimado de 80.000 euros.

Em comunicado divulgado hoje, o Destacamento refere que as máquinas e o material de jogo se encontravam em três locais situados na zona de Tábua, utilizados para armazenagem e distribuição de máquinas de jogo de fortuna ou azar na zona Centro do país.

De acordo com o comandante do Destacamento de Ação Fiscal de Coimbra, Armando Magalhães Pereira, trata-se de uma casa e dois armazéns pertencentes ao mesmo indivíduo, um empresário da zona Sul ligado à atividade de exploração de máquinas de diversão.

A apreensão deu-se quarta-feira no âmbito de um inquérito em curso no Destacamento da Unidade de Ação Fiscal da GNR de Coimbra, em que se investiga a exploração ilícita de jogos de fortuna ou azar, adianta a nota.

Foram apreendidas 19 máquinas de fortuna ou azar do tipo ‘Roleta Electrónica’, 20 máquinas de fortuna ou azar do tipo ‘Playcenter’, duas ‘pen’ com jogos de fortuna ou azar, 10 discos rígidos e cinco placas de jogo de fortuna ou azar.

Segundo o comandante Armando Magalhães Pereira, esta é a maior apreensão de máquinas deste tipo verificada este ano na região Centro.

Adiantou que existe uma tendência para o jogo ilícito aumentar em épocas de crise.

No comunicado é referido que, desde janeiro de 2009, o Destacamento de Acção Fiscal de Coimbra concluiu 128 inquéritos, por exploração ilícita de jogos de fortuna ou azar detetada nos diferentes distritos na zona Centro do país, tendo sido constituídos 291 arguidos.

No âmbito destes inquéritos foram apreendidas 301 máquinas de jogo e material de jogo diverso, cujo valor ascende a cerca de 300.000 euros.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*