João Cardoso diz que “a plataforma logística não deverá avançar” (com podcast)

Posted by
 

Nesta entrevista, o presidente da Associação Comercial e Industrial da Figueira da Foz (ACIFF) diz ainda que o Plano de Saneamento Financeiro da autarquia não é suficiente porque deixa pouca margem para o investimento.

P- Este ano, não há iluminação de Natal. Que vai fazer a Associação Comercial e Industrial da Figueira da Foz (ACIFF) para dinamizar o comércio?

R- Não vai fazer nada. As iniciativas que realizámos nos últimos anos resultaram de candidaturas a programas comunitários. Em 2009, teve de ser a ACIFF a suportar o diferencial porque os comerciantes não comparticiparam, alegando que não tinham dinheiro, e estamos a falar de 12 mil euros.

P- A abertura ao domingo das grandes superfícies prejudica o comércio tradicional?

R- Não vejo vantagens com a abertura das grandes superfícies ao domingo. Vamos ver quantas vão estar abertas ao domingo daqui a um ano…

P- Quando é que a ACIFF volta a organizar a feira de atividades económicas (ExpoAciff)?

R- Não vejo que tenha condições para regressar. A Figueira não está mobilizada em torno desse projeto.

P- Acha que a plataforma logística já devia estar mais avançada?

R- É um daqueles projetos que a Figueira tem e que fala, fala mas nada acontece. Acho que não há condições para a plataforma logística ver a luz do dia.

P- Continua a considerar o Plano de Saneamento Financeiro da câmara vital para o concelho?

R- Na minha opinião pessoal, acho que é fundamental, mas não chega. Temos que reestruturar, mas também temos que investir. Com este plano, a câmara fica com uma margem muito curta para investir.

Esta entrevista pode ser ouvida na íntegra em www.asbeiras.pt e no programa “Clube Privado” da Foz do Mondego Rádio (99.1FM), às 19H00 de sexta e sábado e às 22H00 de domingo.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*