GNR desfere rude golpe na pesca (ilegal) de meixão no Rio Mondego

Posted by

Nos últimos dias, o Destacamento de Controlo Costeiro da Figueira da Foz da GNR levou a cabo uma operação de fiscalização da pesca de meixão (enguia imatura), no Rio Mondego.

A “Operação Alma” mobilizou 32 militares, seis viaturas e quatro embarcações e contou com a participação de elementos da Direção Geral de Pescas e Aquicultura e da Polícia Marítima da Figueira da Foz.

Desenvolveu-se entre a foz, na Figueira, e a zona de Pereira, em Montemor-o-Velho. Daquela iniciativa da GNR resultou a remoção de 34 redes de pesca, vários quilos de meixão e outras espécies que foram de devolvidas ao rio.
As redes removidas, cujo valor ronda os 29 mil euros, levaram ao levantamento de dois autos de notícia pela prática de pesca proibida.

Lembre-se que o meixão é particularmente apreciado, e pago a preços elevados, em Espanha e no Japão.  De salientar que a captura da enguia imatura põe em causa a continuidade da espécie.

A “Operação Alma” contribuiu ainda para uma navegabilidade mais segura no Rio Mondego.

One Comment

  1. Se o Socrates voltar a concurrer ao poloiro inda vai legalizar a pesca do meixão pois a final ele é amigo dos pescadores do meixão não pagam licenças não pagam iva não pagam direitos de algum dinheiro que ganham. Uma coisa que inda não percevi li algures que o meixão capturado foi devolbido ao rio mas tambem li algures que o preço do meixão vai de 400 a 500 EUROS em que é que ficamos.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*