ETAR de Castelo Branco entra em funcionamento em maio de 2011

A nova Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Castelo Branco, orçada em 15 milhões de euros, vai ser construída a partir de maio de 2011, informou o presidente da Câmara, Joaquim Morão.

A nova estação de tratamento será construída pela empresa Águas do Centro e vai substituir as duas estações de tratamento que se encontram nas entradas sul e norte de cidade.

A nova estrutura ocupará uma área de 27 mil metros quadrados, em terrenos paralelos à auto-estrada A23, entre o nó do Hospital Amato Lusitano e a saída norte para Castelo Branco.

Segundo o presidente da Câmara a autorização do Ministério do Ambiente para a realização do investimento foi garantido “esta semana na visita que a ministra da tutela efetuou a Castelo Branco”.

O concurso para a construção da nova Etar já foi efetuado pela Águas do Centro, numa lógica de concepção-construção.

A nova Etar obrigará à construção de uma estação elevatória na atual Etar Norte, de forma a encaminhar o esgoto que aí é tratado para a nova estrutura, e uma ligação do coletor da atual Etar Sul para a nova Etar.

A obra deverá demorar cerca de dois anos a ser concluída e terá capacidade para tratar dos efluentes de mais de 95 mil habitantes.

“Deste modo é dado um passo importante para melhorar a cidade. Castelo Branco tem hoje duas ETAR em entradas da cidade, com todos os incómodos que isso acarreta. Ao construirmos uma nova estrutura permite-nos eliminá-las e dar um melhor aspeto ambiental e mais competitividade a Castelo Branco”, afirmou o autarca.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*