Discriminação na EB Ceira

Posted by

Por fazer “parte da gente de caráter” de Almalaguês, o presidente da junta de freguesia anunciou na Assembleia Municipal de Coimbra que vai apresentar demissão do Conselho Geral do Agrupamento de Escolas de Ceira. Victor Costa foi nomeado pela câmara para este órgão, mas “as alegadas posições discriminatórias do agrupamento em relação aos alunos das escolas da freguesia de Almalaguês” levam-no a tomar esta decisão.

A gota de água, segundo o autarca, foi a atribuição de um prémio de mérito por parte daquele estabelecimento de ensino e em que a junta de Almalaguês foi convidada a participar. “Aguardei que me informassem do valor a transferir para o efeito e, até este momento, ninguém o fez”, referiu.

Até que, recentemente, foi convidado “por escrito pelo agrupamento para estar presente na festa de entrega dos prémios de mérito na EB 2,3 de Ceira”. Victor Costa tentou saber antecipadamente os nomes dos alunos da sua freguesia contemplados com os prémios, tendo sido “informado que os professores das escolas de Almalaguês não tiveram qualquer informação sobre os prémios de mérito, não souberam que critérios estavam definidos para tal avaliação ou atribuição, pelo que não havia qualquer aluno de Almalaguês nomeado”.

A associação de pais tentou saber as razões junto da direção do agrupamento de escolas, tendo estes respondido que “nenhum aluno receberia, porque a junta de Almalaguês não tinha enviado o dinheiro para o prémio”. O que Victor Costa desmente, pois continua a aguardar “o contacto para o efeito”. Porque pretende ver a situação esclarecida, o autarca exigirá ao agrupamento “a ata do Conselho Pedagógico onde a decisão foi tomada e os fundamentos pedagógicos que a suportam”.

O DIÁRIO AS BEIRAS tentou obter uma explicação do agrupamento, mas nenhum elemento do estabelecimento de ensino respondeu aos nossos contactos.

One Comment

  1. Fernanda Castro says:

    A resposta a este artigo poderá ler-se no esclarecimento da Direcção do Agrupamento de Escolas de Ceira, publicado no jornal As Beiras no dia 5 de Janeiro de 2011.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*