Propinas vão aumentar no Politécnico de Coimbra

O Instituto Politécnico de Coimbra (IPC) deverá aumentar o valor das propinas no próximo ano letivo.

O clima de contenção, agravado pelo corte nas verbas do Orçamento de Estado destinadas aos cofres da instituição, vai “obrigar” o politécnico a rever o montante das propinas nas seis unidades orgânicas.

“É muito provável que tenhamos que aumentar o valor da propina no próximo ano letivo”, disse ao DIÁRIO AS BEIRAS Rui Antunes, presidente do IPC.

No entanto, o dirigente garante que “a haver um aumento, não deverá ser muito significativo”, até porque “a instituição tem noção do esforço financeiro” que muitas famílias têm que fazer para conseguir ter um filho a frequentar o ensino superior.

O que acontece é que o dinheiro que advém do Orçamento de Estado já nem sequer chega para pagar as renumerações dos docentes, sendo que cerca de 20 por cento dos ordenados são pagos com receitas próprias.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*