Oposição de Montemor defende intervenção do LNEC em Pereira

Posted by

O presidente da Câmara de Montemor partilhou ontem (22) com a vereação o relatório técnico preliminar do deslizamento de terras ocorrido na Urbanização Quinta de S. Luiz, em Pereira.

“A  minha intervenção tem sido feita exclusivamente no âmbito de responsável da Proteção Civil”, enfatizou Luís Leal (PSD). Nesse sentido, recordou, foi elaborado um plano de evacuação, que não se revelou necessário. “Para que a culpa não morra solteira. E se for casada, que case com alguém…”, explicou o presidente de Montemor.

Emílio Torrão, líder da oposição (PS), considerando a atuação da câmara “irrepreensível”, subscreveu. Não obstante, destacou a “insatisfação em relação ao conteúdo global do relatório” do ITeCons.

E acrescentou: “o que está a vislumbrar-se é demasiado grave e preocupante (para os moradores)”. Por isso, defendeu a realização de um “estudo independente”, propondo a intervenção do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC).

Luís Leal não concordou, esclarecendo que a autarquia já foi além do que lhe competia, ao contratar o ITeCons (ver mais na edição impressa de hoje, 23).

One Comment

  1. Teresa Fonseca says:

    É lamentável que a Camara Municipal de Montemor considere que "já foi além do que lhe competia"!
    Terá a Camara consciência do nº de moradores daquela Urbanização?! Terá a Camara consciencia do nº de habitantes que poderá perder? Terá a Camara consciencia do nº de eleitores em questão?
    Que consciencia, tererá a Camara?!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*