Briosa à reconquista do Algarve

Sissoko está de volta, após duas semanas ao serviço da seleção sub-20 da Costa do Marfim. Foi a única novidade do treino de ontem, deixando o treinador com todos os jogadores disponíveis para a partida do próximo sábado.

A Académica regressou aos trabalhos depois do embate com o FC Porto, com o plantel dividido em dois grupos. De um lado, os titulares, que saíram fustigados do jogo, devido ao estado do relvado – a chuva tornou a missão de jogar à bola quase impossível. Do outro, os jogadores que aguardam pela chamada ao grupo dos utilizados, que fizeram treino físico com bola e uma peladinha em meio-campo.

Jorge Costa tem todas as armas à disposição para o assalto às terras algarvias, que o acolheram durante as últimas duas épocas (no rival do próximo adversário).

Nuno Coelho, que ficou de fora do jogo deste fim-de-semana, voltou à recuperação física, plano que tem seguido há várias semanas e também volta ao lote de opções. No entanto, o setor que Jorge Costa já teria como consolidado, é agora sinónimo de (boas) dores de cabeça, já que Laionel, que jogou atrás de Fidalgo frente ao FC Porto, mostrou que pode ser uma (boa) alternativa, alinhando num 4x2x3x1.
Foi a primeira vez que Jorge Costa mudou de esquema esta época… e logo por duas vezes. Acabou a jogar em 4x4x2, com Éder ao lado de Fidalgo. O Portimonense, de Litos… e de Lito… também joga normalmente em 4x2x3x1. Será que Jorge Costa pode repetir o “onze”?

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*