Tudo d´Ensaio vai ter nova casa em 2011

Posted by

Susana Pires e Pedro Saboga são dois dos elementos da direção

Nasceu para fundir, num só espaço, artes e artistas e para criar condições que os fixassem na cidade. Quatro anos volvidos, o desígnio do Tubo d´Ensaio d´Artes “vai sendo cumprido”, mas as expetativas foram “completamente superadas”, afirma Pedro Saboga. Com 220 alunos a frequentar semanalmente o espaço, a formação artística é, desde o primeiro dia, a principal aposta da direção.

O esforço para colmatar a lacuna de “educação cultural” no concelho vai dando já os seus frutos. O Tubo d´Ensaio é responsável pelo catapultar de vários artistas e pelo ingresso de muitos jovens na formação superior artística. Porém, ressalva o membro da direção, “são precisos muitos anos para solidificar hábitos culturais”. Mas a luta continua e o campo de batalha mantém-se. São apenas precisas novas armas.

Uma nova casa. O espaço atual não permite concretizar os almejos. “Em quatro anos, perdemo-nos mais a conhecer o que havia de arte na Figueira. Agora queremos passar à prática da produção artística”, adianta. Mais espaços para ateliês, um auditório e uma residência para artistas estão a caminho. Para transformar projetos embrionários em profissionais, e também para que os artistas “possam retornar à cidade e mostrar o que fazem”.

Nesse sentido, o trabalho com os jovens é primordial “para criar massa crítica”, explica. “Construir a casa por baixo e não pelo telhado” é o lema que faz mexer as “roldanas” do projeto. Neste momento, o Tubo d´Ensaio está em negociações com entidades públicas nacionais, que possuem imóveis na cidade, e desejam mudar de instalações já no início de 2011.

Fazer renascer as Noites do Forte

Por outro lado, os artistas figueirenses também lhes viram ser retiradas algumas rampas de lançamento. É o caso do evento “Noites do Forte”. Pedro Saboga acredita que os resultados da opção do executivo camarário vão ser visíveis “na desmotivação dos jovens e no desaparecimento de projetos musicais”. Em cima do palco do Forte de Santa Catarina, diz, “os jovens acreditavam que era possível viver da música”.

E, como tal, deixa a garantia: “vamos fazer tudo para reativar as Noites do Forte”. Poderá não ser nos mesmos moldes, ressalva, mas terá de ser no mesmo local e em pleno agosto, garante. Para além da formação nas várias vertentes artísticas, o Tubo d´Ensaio aposta forte no estúdio de gravação, na galeria de artes e na produção de eventos, bem como no agenciamento de artistas.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*