Sede da Mancha Negra vandalizada pela calada da noite

Se os adeptos da Académica andam empolgados com o bom início de época, alguém deve andar a incomodado com os “bons” resultados.

“Primeiro grafitaram a parede, na véspera do jogo com o Benfica, depois, há duas semanas, partiram um vidro. Agora ultrapassaram os limites”, conta o presidente da Mancha Negra (MN), João Paulo Fernandes. “Das primeiras vezes não fizemos queixa, mas agora artiram um vidro e mandaram um cocktail molotov lá para dentro”, acrescenta.

Os responsáveis da claque  não desconfiam de ninguém, mas já tomara medidas e mais vêm a caminho: “colocámos fechaduras com acesso por impressão digital e vamos ter de pôr grades ou outra proteção nas janelas, porque não vamos deixar que ponham em causa os investimentos avultados que fizémos para ter uma sede digna”, revela.

No local estiveram a PSP e a Polícia Judiciária, para recolher indícios para análise.

O presidente da claque estima em 500 euros os prejuizos.Apesar do susto, só uma cadeira ardeu e uma parede ficou danificada, mas o incidente podia ter-se transformado em tragédia, se o fogo se tivesse alastrado.

A sede da MNfoi inaugurada em dezembro do ano passado.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*