Prémio Eduardo Lourenço para escritor espanhol

Posted by

O Prémio Eduardo Lourenço, instituído pelo Centro de Estudos Ibéricos (CEI), vai ser atribuído, este ano, a César António Molina.

Escritor e poeta espanhol, César Molina nasceu na Corunha, em 1952. Foi director do Instituto Cervantes e do Círculo de Belas Artes de Madrid e Ministro da Cultura, de 2007 a 2009.

O júri deste prémio valorizou o papel de César Molina nas suas actividades literárias e culturais, que considerou estarem intimamente relacionadas com o espírito ibérico do prémio.

Como escritor destacou-se ao nível do ensaio, prosa e poesia. De referir que o trabalho cultural de César Molina, sobretudo a partir do Círculo de Belas Artes de Madrid, ampliou os laços peninsulares com a criação da “Semana de Cultura Portuguesa.” Por outro lado, enquanto director do Instituto Cervantes, intensificou a colaboração ibérica com o Instituto Camões, realizando acções conjuntas que se viram reforçadas através do Ministério da Cultura do Governo de Espanha.

O Prémio Eduardo Lourenço, no valor de 10 mil euros, foi instituído em 2004 e destina-se a galardoar personalidades ou instituições de língua portuguesa e espanhola que tenham sido protagonistas de uma intervenção relevante e inovadora no âmbito da cooperação e no domínio das identidades, das culturas e das comunidades ibéricas.

No primeiro ano, o galardão foi entregue à docente universitária e ensaísta Maria Helena da Rocha Pereira, seguindo-se o jornalista Agustín Remesal (2006), a pianista Maria João Pires (2007), o poeta Angel Cámpos Pámpano (2008) e o penalista Jorge Figueiredo Dias (2009).

De acordo com informação do CEI, o prémio vai ser entregue no decorrer de uma sessão solene, a 26 de novembro, que assinalará também a comemoração do 10.º aniversário do CEI.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*