Novo S60 na Auto-Sueco Coimbra

Posted by

Segurança, conforto e robustez são alguns dos atributos da nova geração Volvo S60 que a Auto-Sueco (Coimbra) apresenta hoje e amanhã, numa ação de portas abertas.

A aparência de um coupé e as linhas dinâmicas constituem o “cartão de visita” da nova proposta da Volvo que possui oferta alargada de motorizações: duas variantes diesel – D3 equipado com um bloco de 2 litros com 163 cavalos, e o D5, animado pelo 2.4 litros de 205 cavalos e um consumo médio anunciado de 5,9 l/100 km.

A gasolina, está ao serviço o 2.0T de 203 cavalos e o T6, equipado com um motor turbo de 3 litros com 304 cavalos e tração integral de série. O S60 estreia duas novas tecnologias ao serviço da segurança, nomeadamente o “Collision Warning with Full Auto Brake and Pedestrian Detection”, que deteta a presença de peões na via, travando o automóvel no caso do condutor não reagir a tempo.

Este sistema inclui um radar de duplo modo integrado na grelha frontal do automóvel, uma câmara à frente do retrovisor interior e uma unidade de controlo. O sistema BLIS – aviso de presença de viaturas no ângulo morto – está também presente. Criar um automóvel que soma a emoção da condução aos valores tradicionais da Volvo (segurança e robustez) é o principal objetivo do novo S60, que possui chassis de qualidade e acerto de suspensão de acordo… com o espírito desportivo.

Os apoios mais resistentes à deformação na presença de elevadas acelerações laterais são um indicador do trabalho dos técnicos da marca e, acima de tudo, da confiança que depositam no novo automóvel.

No comportamento, a versão D5 entusiasma o dono do volante devido à fácil inscrição em curva.

O novo S60 não receia “as mudanças de rumo” e responde às solicitações de imediato.

Sistema de travagem e escalonamento da caixa de seis velocidades são exemplares e quando é necessário colocar a potência no chão, a função de autoblocante eletrónico dá uma preciosa ajuda.

No caso do D3, o 2.0 litros tem muita força a médios regimes, enquanto que o D5 tem pano… para “mais mangas”.

Neste Volvo com “sangue na guelra”, a frente mergulhante e os grupos óticos rasgados (e não só…) marcam a diferença. O poder da unidade de cinco cilindros faz o resto. E é muito.

A explicação começa naprecisão da direção, acrescentando-se ao “caderno de encargos” o diesel biturbo de 205 cv e 420 Nm, transmissão às quatro rodas (opção no D5 e de série no T6) e a suspensão de amortecimento controlado FOUR C com três programas (comfort; sport e advanced), além, é claro, do ambiente interior único.

Na prática, muitos e bons motivos para uma viagem à Auto-Sueco (Coimbra)…

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*