Monteiro Valente defende medidas de austeridade nas Forças Armadas

Posted by

“Se realmente tem de haver contenção e diminuição de custos, as Forças Armadas também terão de assumir a sua quota-parte. Não podem ficar de fora deste esforço que se está a exigir a todos”. O general Monteiro Valente falava hoje (16) ao DIÁRIO AS BEIRAS, à margem do congresso “Encontros Com 100 Anos de República”, no Casino Figueira, a propósito da diminuição de contratados naquelas forças, prevista no Orçamento de Estado.

Contudo, o membro da Associação 25 de Abril reconheceu que, com a medida de austeridade, “a capacidade de projeção e de intervenção” das Forças Armadas será afetada.

One Comment

  1. Martins Barreto says:

    Concordo plenamente com o Sr. _General….desde que os cortes sejam proporcionais aos valores das reformas.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*