Igespar dá luz verde à central fotovoltaica na rua da Alegria

Depois de ter sido chumbada em agosto, a central fotovoltaica para iluminação pública da Alta histórica de Coimbra recebeu, no início deste mês, luz verde para avançar.

O Instituto de Gestão do Património Arquitetónico e Arqueológico (Igespar) deu parecer favorável à revisão do estudo prévio de arquitetura, que será discutido, na próxima segunda-feira, em reunião do executivo camarário.

Ao DIÁRIO AS BEIRAS Sidónio Simões, responsável pelo Gabinete do Centro Histórico, disse que, de acordo com este novo estudo, o projeto ficará dotado das tecnologias mais desenvolvidas, “usando materiais transparentes”, de modo a minimizar o impacto visual da central. Mas a alteração mais importante neste estudo foi a eliminação do passeio que seria construído sobre o passeio da Rua da Alegria. “O muro não suporta o passeio e teve que ser eliminado neste projeto”, adiantou o responsável.

Recorde-se que o sistema com 204 painéis de 198 W ascende a meio milhão de euros e prevê que a energia a produzir seja injetada na rede da EDP, de forma a suportar os custos da iluminação pública na Alta.

A autarquia espera agora por uma nova fase de candidaturas para submeter o projeto os fundos do Quadro de Referência Estratégica Nacional.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*