Futuro do PIA e novos projetos conhecidos em novembro

Posted by

O Projeto para a Inclusão Alimentar (PIA), levado a cabo pelos quatro clubes de serviço da cidade (Lions da Figueira da Foz e de Santa Catarina, Rotary Clube e Kiwanis Clube), está a ser repensado. Após a noite de fados levada a cabo recentemente no âmbito deste projeto, foram angariados cerca de 1.500 euros. Entretanto, os clubes já se reuniram para avaliar o percurso do PIA. No início de novembro, será conhecida a decisão definitiva, após todos eles terem discutido o assunto internamente.

Contudo, Simões Baltazar, do Lions da Figueira da Foz, adiantou ao DIÁRIO AS BEIRAS que, neste momento, as refeições aos sábados, para os mais carenciados, vão continuar. O desejo é, inclusive, alargar o projeto, disse. “A nossa missão não se vai esgotar somente neste PIA”, afiançou. Da próxima reunião sairá uma solução “que passará, possivelmente, por alargar o projeto ao domingo e por enveredar por outro caminho paralelo”.

Ou seja, tentar arranjar novos meios financeiros para ajudar outras pessoas, noutras situações. Aliás, lembrou Simões Baltazar, “essa é precisamente a missão” dos clubes de serviço. Recorde-se que o programa, criado em setembro de 2009, permite aos carenciados ter refeições, aos sábados, por um euro, na delegação figueirense da Cruz Vermelha Portuguesa. Durante a semana, essas refeições são patrocinadas pela Segurança Social.

Inicialmente, chegaram a ser servidas, em média, cerca de 50 refeições, mas no período de verão, não ultrapassou as 20. Contudo, mesmo que o inverno não inverta a atual situação, Simões Baltazar acredita que o alargamento do PIA ao domingo deveria ser adotado.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*